Uma mulher de 45 anos morreu após ser atropelada por um veículo por volta das 19h deste domingo (6), na BR-376, em Sarandi (a 12 km de Maringá). Uma criança, de apenas um ano, estava no colo da vítima quando o acidente aconteceu.

Conforme o soldado Vinícius Santos, do Corpo de Bombeiros, Aparecida Teotônio Gerônimo estava atravessando a pista nas proximidades da faculdade Unissa, quando foi atingida por um Gol.

O acidente foi presenciado pelos pais da criança, que também estavam cruzando a pista quando ocorreu o atropelamento. A menina estava no colo de uma vizinha. Aparecida não resistiu aos ferimentos e morreu na hora, enquanto que a criança sofreu apenas escoriações no rosto e nos braços.

"O motorista não parou no local por medo de ser agredido por testemunhas, mas ele se apresentou no posto da Polícia Rodoviária Federal de Marialva", conta o bombeiro.

Segundo a Polícia Civil de Sarandi, o motorista, que reside em Marialva, fez o teste do bafômetro, mas não foi apontada ingestão de bebida alcoólica. Em seu depoimento, ele contou que repentinamente três pessoas atravessaram a rodovia, mas não conseguiu desviar a tempo e atropelou uma delas. Ele foi liberado para responder o inquérito em liberdade.

Aparecida morava em Sarandi, em um bairro próximo ao local do acidente. O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico-legal (IML) de Maringá. A criança ainda estava em observação no Hospital Metropolitano na manhã desta segunda-feira (7), sem risco de morte.

Participe e comente