O rodízio de abastecimento de água em Arapongas (37 km de Londrina) será prorrogado por mais 45 dias. O fornecimento sofreu alterações em 16 de fevereiro devido ao aumento de quase 30% em comparação com a capacidade de produção. A previsão era para o serviço ser normalizado no dia 31 deste mês, porém o prazo não será cumprido.

:NoticiasRelacionadas:

A notícia desagradou integrantes da Câmara Municipal de Arapongas, que formaram uma comitiva para realizar uma reunião, na próxima segunda-feira (24), em Curitiba, com o presidente da Sanepar, Fernando Eugênio Ghignone.

De acordo com o portal Dia Dia Arapongas, o encontro foi confirmado pela vereadora Margareth Pimpão Giocondo (PSD), que chamou de "absurdo" a constante falta d'água no município.

A parlamentar garantiu ainda a presença do deputado federal Osmar Serraglio (PMDB) e o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano do Paraná, Ratinho Júnior na reunião com Ghignone.

Ainda no final de fevereiro, moradores de Arapongas fizeram um "Protesto Cívico na Sanepar". Indignados com o racionamento de água, eles questionaram a falta de investimentos no setor.

A reportagem de odiario.com buscou contato com a Sanepar, mas por meio da assessoria de imprensa informou que o comunicado oficial do rodízio só será feita nesta sexta-feira (21).

O consumo de Arapongas chega, em média, a 27 milhões de litros d'água, com picos que chegam a 30 milhões, sendo que a capacidade atual da Sanepar para o município é de 21 milhões.

Participe e comente