Os corpos dos dois pescadores que estavam desaparecidos após um acidente com uma lancha no Rio Paraná, em Paulicéia (a 309 km de Maringá), no interior de São Paulo, foram encontrados na manhã desta terça-feira (31).

Uma das vítimas é o maringaense Noly Bertol de Oliveira, 57 anos, que seria o dono da lancha que virou no fim de semana. O outro foi identificado apenas com Nelson, 55 anos, morador de Marialva, assim como Reginaldo Mattos de Oliveira, 37 anos, que foi encontrado morto boiando com colete um dia após o acidente.

A embarcação, que tinha capacidade para quatro pessoas e transportava cinco, virou à noite, possivelmente por conta do mau tempo ou desconhecimento do local. Sabe-se apenas que o acidente ocorreu próximo à ponte que liga o Estado de São Paulo ao Mato Grosso do Sul.

O morador de Maringá Leandro Santin e um amigo, que não teve o nome divulgado, sobreviveram porque conseguiram se segurar a um dos bancos da lancha e em um colete salva-vidas.

As buscas do Corpo de Bombeiros pelos desaparecidos tiveram início já na manhã de domingo. Esta manhã, os corpos foram localizados a cerca de 300 metros um do outro.

O velório de Oliveira acontece na sala 1 da Capela do Prever do Cemitério Parque. O sepultamento está marcado para a manhã desta quarta-feira (1º), às 8h30.

Participe e comente