Dados apurados no balanço de 2016 mostram que o Governo do Paraná aplicou R$ 1,6 bilhão a mais em educação e em saúde, na comparação com o exercício de 2015. O incremento de recursos foi de 15,2% e de 6,4%, respectivamente.

"Ampliamos significativamente os investimentos em educação, bem acima do piso constitucional. Esses aportes resultarão na melhora da qualidade do ensino e aprendizado dos alunos em sala de aula", disse o governador Beto Richa. "Os investimentos em saúde têm mostrado resultados importantes, como a redução da mortalidade infantil e materna, e garantem acesso mais fácil da população aos serviços médicos e a equipamentos de saúde, com a ampliação do número de unidades de atendimento e a melhoria dos hospitais."

Na educação, o salto de um exercício fiscal para o outro foi de R$ 1,32 bilhão. Os valores totais aplicados com ações e serviços públicos na área somaram R$ 10,01 bilhões em 2016, contra R$ 8,69 bilhões em 2015.

BEM ACIMA – Da receita líquida de impostos (RLI) do ano passado, 35,06% foram para educação - ou R$ 9,66 bilhões. O percentual aplicado em 2016 está acima do mínimo previsto em lei no Estado, que é de 30% do RLI, e acima dos 25% exigidos pela Constituição Federal e adotados pela maioria dos estados. Em 2015, a educação ficou com 32,90% da RLI.

No caso da saúde, a diferença para cima foi de R$ 280 milhões. As despesas totais com ações e serviços públicos na área somaram R$ 4,64 bilhões em 2016, ante R$ 4,36 bilhões no exercício anterior.

Da receita líquida de impostos, R$ 3,31 bilhões foram para a saúde o que equivale a 12,02% da RLI. O mínimo exigido é 12%. No ano anterior, foram investidos R$ 3,09 bilhões.

"A educação e a saúde estão recebendo atenção especial do governo, porque em períodos de crise e desemprego, aumenta a demanda por escolas e hospitais públicos", comentou o secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo Costa. Ele acrescentou que o balanço de 2016 vai mostrar também ampliação na aplicação de recursos em outras áreas importantes, como infraestrutura, segurança pública, habitação e ciência e tecnologia, por exemplo.

Receba todos os dias no seu e-mail as principais notícias de Maringá e região
Só um envio por dia. Cancele quando quiser

Participe e comente