Internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o último sábado (11), após um acidente de motocicleta em Paiçandu (a 16 quilômetros de Maringá), foi confirmada nesta quinta-feira (16) a morte de Robson Eduardo da Silva, de 34 anos, que pilotava o veículo.

O acidente chamou atenção e emocionou porque a esposa dele, Letícia Pavoni, 20 anos, grávida de sete meses, estava na garupa da moto e também não resistiu aos ferimentos, morrendo no momento da colisão da motocicleta contra um Chevrolet Monza, em um cruzamento do Jardim Canadá.

Mesmo sem vida, na madrugada de domingo (12), médicos do Hospital Metropolitano de Sarandi conseguiram retirar o bebê do ventre da mãe por meio de cesária, no entanto a pequena não resistiu e entrou em óbito. Segundo o diretor Clínico do hospital, médico Antonio Nogueira Neto, a menina foi entubada desde a hora do nascimento, mas no acidente que matou a mãe ocorreu o descolamento da placenta, o que comprometeu sua vida.

Robson era o único sobrevivente da tragédia, mas também não resistiu e morreu nesta quinta-feira. O velório está acontecendo em Maringá, na capela do Prever, sala 2. O local fica na Rua Vereador Primo Monteschio, 250. O sepultamento acontece amanhã (17) no Cemitério Municipal de Paiçandu. O horário não foi informado pela família.


Participe e comente