O Ministério Público do Paraná (MP-PR) recomendou que o prefeito de Paranavaí, o delegado Kaíque, retire da página oficial do município e também de redes sociais informações que divulguem o repasse de seu salário à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Na quarta-feira passada (11), o prefeito publicou em sua página no Facebook que destinou para a entidade R$ 22 mil, dinheiro fruto da economia de seu salário. "Como todos sabem, recebo o salário de delegado e economizo o de prefeito para fazer investimentos na cidade. Foi uma situação excepcional, não podia deixar os alunos da Apae sem merenda", diz na publicação.

De acordo com o prefeito, a Apae teve um problema no cadastramento para receber a verba da merenda. Por isso, ele fez a doação, garantindo dinheiro para comprar alimentos o ano todo.

Na recomendação, o MPPR relata que o prefeito é servidor estadual concursado e teria optado por receber os proventos relativos ao cargo efetivo que possui junto ao Estado do Paraná. Assim, o órgão acredita que não faz sentido o prefeito noticiar o repasse de dinheiro "haja vista que se trata de recursos que pertencem aos cofres do Município de Paranavaí".

A Promotoria de Justiça ressaltou que as mensagens postadas na página do município e em redes sociais "caracterizam autopromoção e tem o evidente propósito de pessoalizar a administração municipal, por intermédio da identificação pessoal, ofendendo, assim, os princípios constitucionais da administração pública".

A reportagem contatou o delegado Kaíque, que está em Brasília, e ainda não tinha conhecimento da recomendação do MPPR. Mas, segundo ele, o pedido será atendido. "Não vou discutir com isso, pois tirar da internet não tira a honra do ato. Não íamos divulgar isso, mas um vereador falou na Câmara e vimos que repassando isso poderia ser uma maneira de atrair mais ajuda para a Apae, tanto é que uma associação está querendo ajudá-la."

O prefeito contou que optou pelo salário de delegado, que é menor, e a subvenção que recebe como prefeito, cerca de R$ 30 mil por mês, é colocado em uma poupança. A intenção dele é continuar destinando o dinheiro de forma que beneficie os moradores de Paranavaí. "Os próximos serão destinados para viabilizar consultas e exames para a população", contou.


Participe e comente