Uma mulher de 68 anos morreu queimada em uma propriedade rural de Sabáudia (70 km de Maringá), na tarde de terça-feira (12). Segundo a Polícia Militar (PM), a suspeita é de que ela tenha tentado conter o incêndio que atingiu a plantação de trigo e acabou desmaiando por inalação de fumaça.

Familiares disseram à PM que Ester Gomes dos Santos havia colocado fogo em umas folhas secas, na propriedade, e que o fogo teria começado a se alastrar, atingindo a plantação. Ao tentar conter o avanço das chamas, ela chamou uma cunhada para ajudar e as duas se separaram.

Depois disso, a cunhada disse que só viu Ester horas depois, caída no terreno. O corpo dela já havia sido carbonizado e ela estava em óbito.

Participe e comente