Fernanda Crespilho deve ganhar, em breve, uma casa nova, em Umuarama. A costureira autônoma, que enfrente dificuldades financeiras, é mãe de Tabata Fabiana Crespilho Rosa, de 6 anos, morta no final do mês passado após ter sofrido abuso sexual.

A doação foi feita por um empresário de Cascavel e a construção da casa está em fase final.

CONTINUE LENDO EM OBEMDITO.

FOTO: Reprodução/ OBemdito


Participe e comente