O centro de atividades pedagógicas da Vila da Cidadania, em Piraquara (na Região Metropolitana de Curitiba), oferece educação integral no turno complementar para 850 alunos semanalmente. O espaço, administrado pela Secretaria de Estado da Educação, atende estudantes com idade entre 12 e 18 anos, dos municípios de Piraquara, São José de Pinhais e Curitiba que vivem em áreas de risco ou vulnerabilidade social.

O espaço pedagógico conta com a estrutura de uma minicidade com mais de 30 mil metros que proporciona o desenvolvimento de propostas de complementação curricular. Durante três horas por dia os estudantes participam de oficinas em que trabalham conceitos de cidadania.

“Esse período em que eles permanecem na Vila da Cidadania possibilita trabalhar a teoria e prática com metodologias diferenciadas, mas com fundamento pedagógico fugindo do ensino tradicional. Esse método de ensino contribui com todas as disciplinas de uma maneira prática sempre envolvendo conceitos de cidadania”, disse a diretora Tatiane de Moura.

Os alunos são levados de ônibus até a Vila da Cidadania onde além das atividades, sempre no turno complementar, período em que não estão em sala de aula, recebem refeições. Depois, voltam para casa ou para a escola.

CIDADE PEDAGÓGICA – As instalações da Vila da Cidadania possuem uma logística pensada para que os alunos conheçam a estrutura e funcionamento de uma cidade e apliquem de maneira prática conceitos como respeito ao próximo, ao meio ambiente e trânsito, leis etc.

“O fato de ser uma minicidade permite praticar ações de como ser um bom cidadão e isso me chamou a atenção, além da oportunidade de ter outros aprendizados, ocupar o tempo e me divertir”, disse a aluna Gabrielli Barros, Grazziole, de 13 anos, do 8° ano do Ensino Fundamental do Colégio Estadual Tarsila do Amaral, em Curitiba.

O estudante João Vitor de Souza Teixeira, de 14 anos, do 9° ano do Ensino Fundamental, também do Colégio Estadual Tarsila do Amaral, destacou alguns valores que são ensinados na Vila da Cidadania. “Antes eu ficava em casa, mas queria fazer uma coisa diferente e vim para a Vila da Cidadania que ensina como cidadão correto, respeito, harmonia, compreensão”, disse João.

OFICINAS - No período em que estão no projeto, os estudantes participam de sete oficinas pedagógicas que auxiliam no processo de ensino e aprendizagem. As atividades são acompanhadas e orientadas por professores, pedagogos e especialistas em cada área trabalhada.

Na oficina de jardinagem os alunos aprendem a cuidar do espaço em que vivem e do meio ambiente. Na aula de horticultura eles plantam, selecionam e colhem os alimentos que são utilizados na merenda. Já na oficina de matemática, eles recebem R$ 20 fictícios para simular compras, empréstimos e administração de lojas, mercado e banco. Na oficina de culinária os estudantes aprendem sobre alimentação saudável.

A Vila da Cidadania também oferta oficinas de esporte em que os alunos praticam atletismo, vôlei, basquete, rampa, iniciação à equoterapia, golfe, rugby e frisbee. Nessas atividades são trabalhados coordenação motora, paciência e regras. Nas oficinas de música e taekwondo eles aprendem a ter disciplina, concentração entre outros.


Participe e comente