A Copa do Mundo que começou no dia 14 de junho e segue até 15 de julho na Rússia contribui para a inserção do esporte nos holofotes. É inevitável ter todas as atenções voltadas para as atuações do técnico, goleiro, zagueiros, laterais, volantes, atacantes e meio-campistas em prol de um único objetivo: ter um desempenho de sucesso e conquistar a taça. Neste contexto, você já parou para refletir sobre o que o evento esportivo tem em comum com o ambiente dos negócios?

O presidente do Instituto Brasileiro de Coaching, José Roberto Marques, tem a resposta para esta pergunta: "Não apenas em dias de Copa do Mundo, mas, em competições de forma geral, os brasileiros têm o costume de questionar a performance dos jogadores e o posicionamento do time sem olhar para si mesmos. Contudo, será que no trabalho essa pessoa é realmente produtiva? Será que colabora com as tarefas em equipe? O esporte é capaz de estimular estes comportamentos. Portanto, para marcar um gol bonito no campo corporativo é preciso aprender a estar atento, focar no desenvolvimento das competências, fortalecer as fraquezas, incentivar a união e munir-se de técnicas estratégicas. Afinal, assim como no futebol, ações assertivas geram bons resultados", afirma.

O especialista separou cinco comportamentos que podem ser aprendidos no futebol e que são indispensáveis para o mercado de trabalho. Confira no box.


FIQUE ATENTO. Apesar de ser de um universo diferente, um time de futebol tem muito o que ensinar aos profissionais. — ARQUIVO


Participe e comente