O deputado federal Alex Canziani, pré-candidato a senador pelo PTB, aumentou significativamente a intenção de voto se comparado com as primeiras pesquisas eleitorais, que o apontavam com 3%. Segundo o instituto Arbeit Intelligence, na recente pesquisa estimulada ele está com 6,93% de votação consolidada – média entre o primeiro e segundo voto para o Senado. Neste ano, o eleitor poderá votar duas vezes para o cargo, escolhendo dois candidatos ao Senado.

Por enquanto a liderança continua com o atual senador Roberto Requião (MDB), com 19%, seguido do ex-governador Beto Richa (PSDB), com 13,23%. Canziani aparece praticamente junto com o ex-senador e ex-vice-governador Flávio Arns (Rede), que apontou com 6,96%, segundo a Arbeit.

De acordo com especialistas, a tendência é o petebista subir ainda mais, uma vez que sua pré-candidatura apresenta-se como uma novidade na disputa e começa a angariar ainda mais simpatia em Curitiba, onde conta inclusive com o apoio do prefeito Rafael Greca (PMN). Muitos prefeitos e lideranças políticas do interior também estão hipotecando apoio, como os de Londrina, Foz do Iguaçu, Toledo, Guarapuava e Cornélio Procópio, entre outros.

O Arbeit Intelligence entrevistou 1,5 mil eleitores entre os dias 24 e 28 de junho. O grau de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número PR-06675/2018.



Participe e comente