Um jovem de 22 anos passou por momentos de tensão após sair do trabalho na noite dessa quarta-feira (15), em Campo Mourão (a 91 quilômetros de Maringá). Ele foi sequestrado por duas travestis que exigiam R$ 1,5 mil.

Saindo da transportadora em que trabalha, uma travesti teria se aproximado dele e oferecido um programa, mas ele se recusou. A travesti, então, mostrou uma faca e o obrigou a entrar em um Renault Megane verde escuro, onde havia um condutor que também era travesti.

A vítima teve os olhos vendados e seguiu com as suspeitas que gravaram um vídeo para fazer chantagem e exigir R$ 1,5 mil. Como o jovem não tinha essa quantia, os travestis pegaram o cartão de crédito e transferiram todo o dinheiro que ele tinha na conta, o valor de R$ 150, e depois o abandonaram próximo a um bar.

O jovem retornou a um posto de combustíveis perto da transportadora em que trabalha, onde havia deixado sua motocicleta, e seguiu para casa, no Jardim Santa Cruz, chamando a Polícia Militar. A transferência do dinheiro foi cancelada e os policiais constataram que a quantia seria transferida para uma travesti conhecida no meio policial por ter envolvimento em várias ocorrências em Campo Mourão.

Participe e comente