Uma mulher suspeita de ter envolvimento na tentativa de assalto à agência do Banco do Brasil de Cianorte foi presa em Maringá. Ela é a quinta suspeita detida pela polícia e confessou que participou do crime. A quadrilha, segundo a Polícia, fez refém a família de um gerente da agência e o ameaçou.

A mulher estava na Rodoviária de Maringá e foi abordada por volta das 23h de quinta-feira (15). A polícia de Cianorte pediu apoio para a PM de Maringá, depois de receber informações de que a mulher estava na rodoviária e embarcaria para Campinas (SP).

Assalto

Durante a madrugada de quarta-feira (15), uma quadrilha teria rendido o gerente do banco e a família dele. Então, um dos suspeitos o teria levado até a agência, enquanto os outros ficaram com a mulher e a filha dele. Quando a polícia chegou ao banco, no início da manhã, houve troca de tiros e o suspeito foi baleado. Mais tarde, a PM localizou, em Loanda, quatro pessoas que teriam participação no roubo. Eles estavam em um mesmo carro e um deles foi reconhecido pelo gerente. Os quatro, além da mulher, estão detidos.

A família estava desaparecida depois de ser rendida em casa e só foi encontrada por volta das 15h, em uma mata entre Cianorte e o distrito de São Lourenço.

Participe e comente