A Polícia Civil (PC) de São João do Ivaí (a 101 quilômetros de Maringá) prendeu na manhã desta segunda-feira (15) o jovem que matou uma mulher de 26 anos no último sábado (13). O crime, que tirou a vida de Vanessa Formentini, chocou a cidade.

Após analisar imagens de câmeras de segurança de casas vizinhas da vítima, a polícia conseguiu identificar o autor, Cleiton de Souza Gomes, de 19 anos. Conforme o depoimento, ele entrou na casa onde Vanessa morava, no Centro, e a atacou no pescoço com uma faca de cozinha. Em seguida, a vítima teria corrido e ele a golpeou mais duas vezes na mesma região. Ainda assim, ele pegou uma bateria de carro e jogou contra a cabela dela, explicou a delegada Karen Friedrich.

Segundo relato do jovem, o objetivo era apenas furtar o veículo que estava na garagem da casa, que estava com o portão aberto. Entretanto, a mulher, que mora no local com os pais e irmão, apareceu e ele reagiu.

Gomes trabalhava em uma mecânica perto da casa da vítima. Por meio das imagens das câmeras, que foram melhoradas com ajuda de técnicos de informática da região, os vizinhos o reconheceram, sendo expedido o mandado de prisão temporária do jovem.

Ele levou a equipe até o local onde abandonou a faca utilizada, que foi envolvida em um guardanapo que pegou no imóvel. As investigações também tiveram apoio da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil de Apucarana.

Crime

O crime aconteceu na manhã de sábado. O pai e o irmão de Vanessa saíram por volta das 7h45 rumo ao mercado que são proprietários. Rotineiramente, ela seguia logo depois para o local, mas no sábado se atrasou e levantou suspeita.

O irmão então retornou para o imóvel e a encontrou inconsciente, com sangue ao redor da cabeça, acionando uma ambulância. Ao chegar no endereço, Vanessa já havia entrado em óbito. Segundo a delegada Karen, o autor deve responder por homicídio ou latrocínio, que é roubo seguido de morte.

Foto: Divulgação PC


Foto: Reprodução Twitter


Participe e comente