Uma investigação de aproximadamente quatro meses resultou na prisão de dois rapazes que comercializavam drogas no Conjunto Requião, Guaiapó e bairros do entorno, na tarde desta terça-feira (16), em Maringá.

Conforme o delegado da Denarc, Gustavo Alves, a partir das investigações foram expedidos três mandados de busca e apreensão. Na casa do "chefe" do tráfico de drogas, Wellington Fernando Ribeiro, de 28 anos, foram localizados 624 gramas de crack e 248 gramas de cocaína, além de uma balança de precisão e R$ 3,8 mil.

Ribeiro vendia os entorpecentes para Luiz Fernando Zequi da Silva, de 29 anos, que comercializava na região do Conjunto Requião. No imóvel de Silva, a Denarc recolheu nove pedras de crack já prontas para venda e R$ 405. Dois carros também foram apreendidos.

Os dois foram autuados em flagrante e vão responder por tráfico de drogas e associação criminosa. A prisão é a 3ª fase da "Operação Requião Seguro", que tem como objetivo eliminar o tráfico de drogas.

*Com informações de André Almenara

Foto: André Almenara

 

Foto: André Almenara

 

Foto: André Almenara


 

Participe e comente