A cadeia de Marialva passou por uma revista geral nesta segunda-feira (19). A ação realizada pelo Setor de Operações Especiais (SOE) de Maringá, do Departamento Penitenciário e de Execução Penal (DEPEN), apreendeu 16 celulares e outros objetos proibidos.

A revista que tem como objetivo prevenir fugas, também localizou sete carregadores de celular, oito pedaços de serra usados pelos presos para serrar grades, cinco brocas utilizadas para furar as paredes e pedaços de ferro e maconha.

Todos os objetos foram recolhidos. A cadeia de Marialva tem, atualmente, 80 presos.

Foto: Divulgação


 

Foto: Divulgação


 

Participe e comente