Por volta da 1h30 deste sábado (15), dois jovens foram mortos pela Polícia Militar durante confronto armado no Jardim Ipanema. A Polícia Militar afirma que tentava realizar a abordagem dos suspeitos, mas que eles disparam contra os policiais e, no revide, foram atingidos.

De acordo com a polícia, uma equipe das Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas patrulhava a Avenida Cerro Azul quando avistou Lucas Mantovani Dias, de 26 anos, e Silvio Gustavo Alves dos Santos, de 25, em atitude suspeita. Quando os policiais se aproximaram deles, os dois correram e começaram a adentrara ruas e terrenos.

A PM, então, acionou o apoio de outras equipes e, em um terreno na Avenida Cerro Azul, encontraram Dias armado. Conforme o boletim de ocorrências, o rapaz desobedeceu à voz de abordagem e "direcionou a arma em desfavor da equipe policial". Os agentes, então, dispararam contra o suspeito e o feriram. De acordo com a Polícia, o rapaz ainda tinha sinais vitais, então eles acionaram o Corpo de Bombeiros, para que fizesse o atendimento à vítima dos disparos.

Pouco depois, outra equipe que continuou as buscas entrou em um terreno na Rua Evaldo Braga e encontrou Santos escondido em uma edícula. O rapaz teria desobedecido a ordem de abordagem e também teria apontado a arma aos policiais, sendo alvejado. Como ele também apresentava sinais vitais, o Corpo de Bombeiros foi chamado.

Os dois morreram no local e os corpos foram removidos para o Instituto Médico-Legal de Maringá.

A PM apreendeu uma pistola e um revólver municiados que estavam com os suspeitos e encaminharam para a 9ª Subdivisão Policial de Maringá. Na pistola, havia munição deflagrada.

Foto: André Almenara

Participe e comente