Um homem de 31 anos foi preso, no final da tarde de terça-feira (11), após uma suposta tentativa de roubo de um celular. O suspeito foi reconhecido também por outra vítima, que disse ter sido agredida por ele dias antes. A prisão foi feita por um agente tático que abastecia a moto em um posto de combustíveis na Avenida Paraná.

Segundo a Polícia Militar (PM), Marco Aurélio Correia de Oliveira tentou roubar o celular de uma mulher na Rua Neo Alves Martins, no Centro de Maringá, enquanto ela utilizava o aparelho. A vítima disse à polícia que tentou resistir ao roubo e o suspeito a ameaçou, dizendo que se ela não entregasse o celular, levaria uma facada. Então, o celular acabou caindo e a vítima fugiu, mas pessoas que presenciaram a situação começaram a gritar “pega ladrão”.

O agente tático que abastecia a motocicleta viu a correria e percebeu que o suspeito estava indo em direção a ele. Nesse momento, ele foi dominado e o agente acionou uma viatura da Polícia Militar para conduzir o suspeito à delegacia.

Enquanto o homem estava no local, outra mulher apareceu e disse que havia sido agredida por ele dias antes. O homem e as vítimas foram encaminhados à 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá.

Crimes

Esse foi apenas um dos 11 furtos e roubos registrados na cidade, entre terça-feira e quarta-feira (12). Segundo o relatório da PM, três estabelecimentos comerciais foram alvos de assaltantes, dois veículos foram roubados/furtados, duas casas foram invadidas e tiveram objetos subtraídos e quatro pessoas foram roubadas.

*Com informações de André Almenara

Foto: André Almenara
Suspeito não viu agente tático e correu em direção a ele, mas foi dominado e preso

Participe e comente