Segundo a Polícia Civil, cinco homens fugiram da cadeia da delegacia de Mandaguari, por meio de um buraco que fizeram na parede. Um deles foi recapturado pouco tempo depois, em Jandaia do Sul, e outros três foram detidos horas depois de invadirem e furtarem a Capela São João Batista, na Estrada Keller, em Marialva. De acordo com a polícia, um dos presos permanecia foragido até a manhã deste domingo (8).

Um detalhe na história que chama a atenção foi o arrependimento de um dos ladrões que invadiu a capela. Conforme a polícia, o trio usou o local para tomar banho e deixou o espaço revirado. Além disso, levaram uma toalha do altar e uma caixa de fogos de artifício. Diante do possível transtorno que a ação causaria à igreja, um dos ladrões deixou um recado em um crucifixo no altar: "me perdoa seu padre".

Os fugitivos foram presos depois que a polícia recebeu denúncias anônimas sobre homens suspeitos andando na região. A polícia montou um cerco na região da capela e conseguiu prendê-los por volta de meio-dia. Antes disso, os ladrões já tinham pedido comida em casas da área e estourado os fogos de artifício.

Quinto fugitivo

Claudio Roberto Correia, preso por tráfico de drogas, permanece foragido. Quem tiver informações que ajudem a encontrá-lo, pode entrar em contato com a Polícia Militar (190) ou Polícia Civil, pelo telefone (44) 3233-1284.

FOTO: Reprodução/ Tribuna Interativa


Participe e comente