Agentes do setor de carceragem da cadeia pública da 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá, situada na Avenida Mandacaru, frustraram uma possível fuga em massa, que provavelmente ocorreria na noite desta terça-feira (14).

Segundo a Polícia Civil (PC), os presos estavam quebrando uma janela de concreto, porém foram descobertos e isolados em outro setor da carceragem até a realização dos reparos, que devem ser feitos nesta noite.

A ala masculina da cadeia abrigava, na tarde de hoje, 25 presos, distribuídos em duas celas. No entanto, a capacidade total é para 8.

Transferências

Na última sexta-feira (10),  40 presos precisaram ser transferidos da cadeia pública para a Casa de Custódia de Maringá (CCM), após um motim. Os detentos reclamavam da superlotação. Na data, o local abrigava 62 homens.

Uma porta de aço chegou a ser quebrada e três presos foram feitos reféns, mas não foram feridos. A situação foi controlada após a chegada do Setor de Operações Especiais (SOE) do Departamento de Execuções Penal. 

Foto: Roberto Silva/ O Diário


Participe e comente