Após uma denúncia de pertubação de sossego, a Polícia Ambiental de Maringá foi até um comércio de Mandaguaçu e encontrou 18 aves em situação de maus-tratos. O responsável foi conduzido à delegacia.

O estabelecimento fica na Vila Santa Catarina. No local havia as 18 aves silvestres sem anilhas. O responsável foi levado para a delegacia, onde foi lavrado um termo circunstanciado de infração penal.

Ele infringiu o artigo 29 da lei federal 9.605/1998, que estabelece que matar, perseguir, caçar, apanhar utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente é crime e a detenção é de seis meses a um ano e multa.

Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

 

Foto: Divulgação/Polícia Ambiental



Participe e comente