Após mais de 14 horas de rebelião, os presos da Cadeia Pública de Cianorte libertaram o agente carcerário feito refém na tarde de ontem (6). As negociações iniciaram durante a tarde e seguiram até o início da madrugada, mas foram suspensas a pedido dos presos. No início da manhã, eles aceitaram novamente a tentativa de um acordo e liberaram o agente por volta de 8h30.

Os presos reclamavam da superlotação e pediam revisão de penas e melhor atendimento médico aos presos doentes. Eles exigiram a presença da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil. Várias forças de segurança foram ao local para firmar um acordo e evitar fugas ou violência contra o refém.


Participe e comente