A Polícia Ambiental de Maringá realizou apreensões em Maringá e Paiçandu na manhã desta quinta-feira (7). Os policiais receberam chamadas de pessoas denunciando ações ilegais contra animais.

De início, um morador do Jardim Tuiuti, em Maringá, foi detido por manter em cativeiro sete aves silvestres, sem autorização do órgão responsável. A pena por esse crime ambiental é de um ano a seis meses. Também uma multa no valor de R$ 700,00 reais, por espécie.

Em Paiçandu, no Jardim Guanabara, a equipe apreendeu instrumentos de caça. Na casa vistoriada havia uma espingarda calibre 22 e para recarregar a arma apetrechos como, espoletas, chumbos, estojos. Os policiais encontraram também um cano de uma espingarda calibre 36. O infrator confessou aos policiais a caça a pombos. Encaminhado para a delegacia da cidade o homem terá seu caso avaliado para futuras medidas disciplinares aplicadas pela polícia.

 






Participe e comente