A Delegacia de Homicídios de Maringá prendeu, na cidade de Santos, São Paulo, Giovani Ferreira Revert, 38, suspeito de ter matado o funileiro Valdemar Rodrigues da Silva, 56, conhecido com "Besteirinha".Giovani foi preso pela polícia local depois de a DH de Maringá comunicar que ele estava escondido em uma residência em Santos. Segundo o delegado Diego Almeida, havia um mandado de prisão temporária válido por 30 dias contra o suspeito.

Valdemar Rodrigues foi morto no dia 22 de novembro de 2017, em sua residência na Rua Evaldo Braga, no Jardim Ipanema, em Maringá. Ele foi assassinado a golpes de faca e pedaços de madeira e teve o veículo roubado, um VW Gol. O carro foi encontrado pela polícia no mesmo dia do crime, na Avenida Cerro Azul com manchas de sangue na lataria. Giovani, que foi trazido ontem para Maringá, foi ouvido pela Delegacia de Homicídios.

Segundo o delegado Almeida, o suspeito nega a autoria do crime afirmando que, no dia da morte, chegou na casa para consumir drogas com Valdemar e o encontrou caído, já morto na sala da casa. A Delegacia de Homicídios, porém, diz que tem provas que incriminam Giovani.

Participe e comente