O evento abordará, mais especificamente, a era da disrupção, ou seja, inovações que rompem paradigmas, e como estas podem melhorar a vida dos cidadãos e readequar a relação dos indivíduos e seus governos. Entre os painelistas e respectivos assuntos, estão o prefeito de São Paulo, João Doria, como um dos palestrantes principais, expondo um pouco da sua visão como prefeito e empresário, dentro do assunto do Fórum.

Entre os painelistas e respectivos assuntos, estão o prefeito de São Paulo, João Doria, como um dos palestrantes principais, expondo um pouco da sua visão como prefeito e empresário, dentro do assunto do Fórum. Entre os principais, terá também, Joe Quirck, autor americano e porta-voz do Instituto Seasteading, que contempla a ideia das liberais e inovadoras cidades flutuantes. Sérgio Rial, presidente do Santander e o Felipe Miranda, sócio-fundador da Empiricus Research, abordarão as fintechs, e como essas empresas de tecnologia e finanças ainda podem mudar muito o mercado. Debatendo sobre destruição criativa estão o CEO do Google e da Amazon do Brasil, Fábio Coelho e Alex Szapiro, a apresentadora e jornalista da Globo, Mônica Waldvogel e o Tallis Gomes, eleito pelo MIT como um dos jovens mais inovadores do Brasil, e pela Forbes entre os 30 jovens mais promissores do Brasil abaixo dos 30, fundador do Easy Taxi. Daniel Annenberg , Secretário de Tecnologia e Inovação de São Paulo e Claudio Sassaki, que atuou como Vice-Presidente do Goldman Sachs e no Credit Suisse e fundou a Geekie, startup de aprendizado adaptativo com 5 milhões de usuários, falarão de Governo, Inovação e Sociedade.

A última edição em São Paulo deste Fórum de discussão teve 2.000 pessoas presentes e outras 3.500 que assistiram online. Este ano que, o evento acontecerá no Hotel Unique "levando em consideração o track record excelente e os palestrantes de alto nível, agora a meta são 1000 pessoas presencialmente e 20 mil online, aliando com um modelo já adotado por outros eventos com foco no live streaming " afirma Miguel Furian Campos, presidente do IFL. Ano passado, o evento teve painéis com personalidades como Deltan Dallagnol, procurador da Lava-Jato, a senadora Ana Amélia Lemos, o pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro, o ator da Globo, Claúdio Manoel e o diretor do Briclab da Universidade de Columbia e colunista da Folha de S. Paulo, Marcos Troyjo. Inclusive os estudantes e executivos presentes receberam um certificado pela participação no evento.
Fórum Liberdade e Democracia 3° edição em 2016

O Instituto, que é uma entidade apartidária e sem fins lucrativos, foi fundada pelo empresário David Feffer, que é do Conselho de Administração do Grupo Suzano e hoje completa 10 anos de existência. O IFL tem sido responsável pela organização de diversas ações na cidade de São Paulo, como a “Gasolina sem Impostos”, em homenagem ao Dia da Liberdade de Impostos, quando foram oferecidos algumas centenas de litros de gasolina livre de impostos à população em um posto na Zona Oeste de São Paulo. Além disso, são responsáveis pelo projeto Aula Livre, que oferece aulas de empreendedorismo a jovens de baixa renda, gratuitamente. No dia da greve geral dos professores, por exemplo, eles reuniram mais de 120 alunos no Cubo, coworking do Itaú, abordando assuntos de empreendedorismo, carreira e história. Entre outras atividades, são colunistas do blog da Infomoney e auxiliam a Prefeitura de São Paulo em diversos projetos focados na melhoria do ambiente de negócios e na desburocratização da gestão pública na cidade de São Paulo.



Website: http://www.forumliberdadeedemocracia.com/

Participe e comente