O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reafirmou nesta quinta-feira, 7, que a decisão sobre sua candidatura à Presidência da República no ano que vem só será tomada no fim do primeiro trimestre.

"A data de decisão sobre candidatura para quem ocupa cargo público é o final de março. O que vou fazer é me dedicar 100% ao trabalho como ministro da Fazenda e no fim de março, aí sim, vou avaliar essa situação e tomar uma decisão sobre um possível passo seguinte", disse Meirelles, filiado ao PSD.

Sobre a missão atual, de recuperar a economia brasileira, o ministro frisou que o Brasil voltará a crescer a "taxas fortes" no ano que vem. Durante palestra a empresários em Manaus, ele adiantou que o Ministério está revisando a projeção de crescimento de 2,5% do PIB nos próximos 12 meses e comentou que a ideia é que a economia acelere ainda mais em 2019 e 2020.

O ministro realçou em sua fala a necessidade da continuidade do que chamou de "ciclo de reformas" para que essa previsão otimista seja concretizada. Depois das mudanças nas regras previdenciárias, em negociação no momento, ele disse que o encaminhamento da reforma tributária será o próximo passo. Ponderou, porém, que a proposta de simplificação do sistema tributário não está pronta. "Tão logo esteja pronta, vamos apresentar à Câmara".


Participe e comente