O governo do estado de São Paulo publicou Decreto que altera o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias, e isenta de ICMS equipamentos e componentes para geração de energia elétrica solar fotovoltaica destinada ao atendimento do consumo de prédios próprios públicos estaduais. Medida vale para sistemas destinados ao consumo em prédios públicos, e visa reduzir as contas e ampliar a presença da fonte no estado.

Agora prédios próprios públicos estaduais, como escolas, hospitais, tribunais e outros irão se beneficiar da medida. A Universidade Estadual Paulista (Unesp), ainda no primeiro trimestre deste ano apresentará um edital público para fornecimento de energia solar para seus prédios.

Segundo Thomas Kraus, diretor da Enerray do Brasil, empresa especializada em construção de soluções de geração de energia fotovoltaica, essa é mais uma oportunidade, das muitas que estão se abrindo no Brasil. "Como a geração de energia fotovoltaica tornou-se uma alternativa viável para suprir a demanda brasileira, utilizando uma fonte limpa, muitas empresas estão enxergando o Brasil como um polo de investimento para essa nova tecnologia, devida a vasta extensão territorial e grandes áreas de insolação" complementa Kraus.

Na avaliação do secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles, esse decreto dá garantia para o investidor e gera economia para os prédios públicos.

A Enerray disponibiliza maiores informações sobre os sistemas de geração de energia em seu site www.enerray.com.br ou pelo e-mail [email protected]



Website: http://www.enerray.com.br

Participe e comente