Uma pesquisa realizada pelo Instituto BonusConsult sob patrocínio do PRAVALER, líder na oferta de crédito universitário do País, mostra que 83% dos alunos brasileiros com Ensino Médio completo apontam o fator financeiro como o maior impeditivo para cursar uma universidade. O levantamento ouviu um total de 1.157 pessoas de todo o Brasil – de alunos do Ensino Médio a maiores de 50 anos. Nada menos de 80% dos respondentes que declararam interesse em ingressar no Ensino Superior consideram a hipótese de recorrer ao financiamento estudantil para prosseguir nos estudos. E dentre estes, 76% afirmaram que esse tipo de oferta é determinante para a concretização dos planos acadêmicos.

As inscrições para o FIES, programa de financiamento estudantil do Ministério da Educação vão do dia 16 a 22 de julho. Em 2018, o regulamento do FIES, programa de financiamento estudantil do MEC, foi revisto e, com as novidades, vieram também algumas dúvidas. O guia a seguir esclarece todas as dúvidas sobre o FIES e deixar o sonho do diploma universitário cada vez mais possível.

O que mudou no NOVO FIES?
Com NOVO FIES, aumentaram as chances de ingressar no ensino superior. Desde janeiro de 2018, o governo passou a contar com parcerias estabelecidas com bancos e instituições privadas especializadas em financiamento estudantil, como o PRAVALER. A renda mínima aumentou para 5 salários mínimos per capta. Portanto, o FIES abrange as diversas classes sociais para que mais pessoas possam estudar.

Como funciona o NOVO FIES?
Você se inscreve pelo site FIES Seleção e, após as análises das informações do seu cadastro, você poderá preencher uma das vagas disponíveis no FIES ou P-FIES. Então, é muito importante que você preencha todas as informações solicitadas. Assim, você tem mais chances de conseguir uma das vagas. Lembre-se: você precisa ter feito Enem, ter nota maior que 450 e não ter zerado na redação.

Como funciona o FIES?
O FIES é um programa do governo federal, criado em 1999. O objetivo é ampliar o acesso de estudantes a cursos de graduação em instituições de ensino privadas. Diferente de programas que concedem bolsas de estudo, no FIES os estudantes beneficiados financiam as mensalidades e pagam de volta depois de formados.

No FIES, o financiamento é sem juros e tem vagas limitadas. Os candidatos devem ter renda mensal de até 3 salários mínimos, por cada pessoa que mora com ele (per capta). Atualmente o salário mínimo é de R$ 954,00. Portanto, 3 salários mínimos é igual a R$2.862.

Como funciona o P-FIES?
No P-FIES, não há limite de vagas e o financiamento também pode ser sem juros, dependendo da empresa de financiamento e da faculdade escolhida pelo aluno. O PRAVALER é uma das empresas que estão no P-FIES. Os candidatos devem ter renda mensal de até 5 salários mínimos per capta. Como o salário mínimo atual é de R$954,00, 5 salários mínimos é igual a R$ 4.770.

Como calcular renda per capita?
Imagine uma família que seja composta por uma avó de renda mensal de R$ 5.000,00; uma mãe de renda mensal de R$ 9.000 e dois filhos que sem renda - totalizando quatro pessoas na casa. A renda total é de R$ 14.000,00 que, divididos pelos quatro moradores, fica R$ 3.500,00 por pessoa. Como esse valor é menor do que 5 salários mínimos (R$ 954 x 5 = R$ 4.770), um integrante dessa família poderá solicitar financiamento estudantil

Qual o valor máximo para o financiamento?
É possível financiar até 100% do valor da mensalidade, desde que o valor mensal não seja maior do que 5 mil reais.

Posso me inscrever em qualquer curso?
O FIES pode ser usado para financiar cursos de graduação no formato presencial que tenham recebido conceito igual ou maior que 3 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Cursos de Ensino a Distância não podem ser financiados com o benefício do FIES.

Como faço para me inscrever?
No início de cada semestre letivo são abertas as inscrições para todos os estudantes por meio do SisFIES. Você deve seguir alguns passos:

1) Faça a inscrição no FIES Seleção, o sistema de seleção do programa. A partir das informações do seu cadastro, o sistema definirá se você conseguiu uma vaga no FIES ou P-FIES.

2) Consulte no FIES Seleção, qual financiamento você conseguiu: FIES ou P-FIES. Se foi o P-FIES, além de saber no site, a empresa que financiará seus estudos também poderá entrar em contato com você pelos meios que foram indicados no cadastro, para passar orientações sobre assinatura do contrato e envio dos documentos.

3) Vá até a instituição de ensino e procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), para validar as informações apresentadas no cadastro.

O financiamento oferecido a cada estudante é definido por um cálculo que leva em conta diversos fatores. É uma conta complexa, mas é possível identificar seu perfil usando o Simulador PRAVALER. Ao informar seus dados, o Simulador indica qual é seu perfil.

Como e quando são divulgados os resultados?
Os resultados são anunciados por meio do site do FIES.

INSCRIÇÕES: 16/07 a 22/07

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS: 27/07

Quanto e quando devo pagar?
No FIES você pode conseguir financiar parte ou toda a mensalidade. Caso você tenha 50% da mensalidade financiada, por exemplo, você paga metade da mensalidade para a faculdade (já enquanto estuda) e o restante após formado. Independente do percentual que você conseguir do financiamento, durante o curso você terá que pagar os encargos operacionais que forem definidos no contrato.

Caso você seja direcionado para o modelo do P-FIES, as instituições de financiamento estudantil irão apresentar as condições no ato da contratação. No PRAVALER, por exemplo, é possível financiar sem juros, dependendo da faculdade escolhida. Você financia um semestre por vez, podendo renovar o contrato a cada novo semestre, até a conclusão do curso. Cada semestre é pago em pelo menos um ano, sem que haja acúmulo de parcelas. Ou seja: você começa a pagar o segundo semestre só no início do segundo ano de graduação.  



Website: http://www.pravaler.com.br

Participe e comente