Pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro, o deputado Indio da Costa (PSD) esteve reunido nesta quarta-feira, 11, por cerca de duas horas com o presidenciável Geraldo Alckmin para discutir uma possível aliança no Estado. O encontro ocorreu na sede do PSDB em Brasília.

Os tucanos estão divididos entre apoiar Indio ou Eduardo Paes (DEM) ao governo do Rio. Integrantes da legenda avaliam que se ficar com o último pode atrair o DEM para Alckmin, mas pode fazê-lo perder o apoio do PSD.

Após a reunião com Alckmin, Indio disse à imprensa que veio "atualizar" o tucano sobre a situação eleitoral no Rio, mas não pressioná-lo. "Estamos caminhando, não vim pressionar, nem colocar uma faca no peito, até porque cabe ao PSDB a decisão de quem o partido vai apoiar."

Indio, que já foi candidato à vice de José Serra (PSDB) na campanha presidencial de 2010, afirmou que considera "natural" subir no palanque de Alckmin e que se sente "confortável" no PSDB. "Alckmin é hoje o melhor candidato à presidente. Vou votar nele", garantiu.

Alckmin possui uma série de reuniões em Brasília nesta quarta e deve voltar para São Paulo por volta das 20h. Nesta tarde, recebeu o deputado Otavio Leite (RJ). Pela manhã, ele esteve também com os deputados Ricardo Tripoli (SP), Nilson Leitão (MT) e Bruno Araújo (PE).


Participe e comente