SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cineasta José Mojica Marins, 81, criador do personagem Zé do Caixão, foi internado no dia 11 de março devido uma infecção no cateter.

Em 2015, o cineasta teve uma parada cardíaca e ficou por quase três meses no hospital, quando passou a ser dialítico. Desde então, segundo sua filha, Liz Marins, o cineasta realiza hemodialise três vezes por semana.

De acordo com Marins, a internação do pai aconteceu devido a necessidade do uso de antibióticos mais fortes. "O estado infeccioso está praticamente curado. Os exames estão sendo positivos", afirmou ela.

Zé do Caixão continua internado e espera resultados do cateterismo, realizado nesta segunda-feira (20).

"O dia correto [da saída do hospital] a gente não tem. Creio que ele esteja em casa até o final da semana, se o exame der tudo 'ok'. Assim, poderemos comemorar o aniversário dele", afirmou Marins. No dia 13 de março, o cineasta completou 81 anos.

Participe e comente