Claudia Toni

Especialista em gestão pública

Esta é maior crise pela qual passa o setor?

É a maior porque o mundo musical hoje é maior. Mas a particularidade está no fato de que, em São Paulo, é o mesmo governo que criou uma estrutura única, de referência, que agora a desmonta.

É uma questão financeira ou o problema é mais amplo?

Os números mostram que a redução do investimento na cultura é maior do que a queda na arrecadação. Isso sugere a incompreensão do fato de que em horas de crise é preciso salvaguardar alguns valores.

Qual o papel do meio musical nesse contexto?

Não se fez a lição de casa quando o meio musical estava no auge, que seria determinar o seu tamanho em termos de negócio, economia, empregos, público. A dificuldade de criação de uma associação das orquestras faz com que não exista uma organização que torne visível o setor, assim como os projetos não souberam cativar públicos.


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Participe e comente