Com uma frota de 51 milhões de veículos em circulação no País, o uso de tecnologias que atuem na redução do nível de emissão de poluentes torna-se fundamental. O catalisador é uma delas, sendo peça crucial na diminuição da poluição por veículos automotivos. Segundo dados do livro "25 anos do Catalisador Automotivo e 30 anos do Proconve: Uma estratégia de sucesso", os carros poluiriam em média cinco vezes mais caso não utilizassem o componente.

Atualmente, os níveis de emissão de CO, que são próximos de zero com a utilização do catalisador, ficariam em torno de 5 g/km. Em relação ao NOx e ao HC, a diferença encontrada é de 0 para 0,5 g/km. A eficácia garante que os automóveis liberem até menos poluentes do que é exigido por lei.

"Esses estudos comprovam que o catalisador automotivo é responsável por converter até 98% dos gases tóxicos em vapores inofensivos e teve papel importantíssimo na melhoria da qualidade do ar nos últimos 30 anos", diz Stephan Blumrich, vice-presidente e diretor da Umicore Brasil, fabricante mundial de catalisadores automotivos.

Participe e comente