Com silhueta robusta e enérgica, o C-Aircross Concept foi apresentado pela Citroën no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, que termina neste domingo. Como carro-conceito, alia design arrojado - com cores e elementos gráficos - à tecnologia. O retrovisor interno, por exemplo, contém uma câmera e tira fotos do que o motorista vê do lado de fora. Com um clique, é possível compartilhar as imagens nas redes sociais.

O teto de vidro panorâmico deixa bem iluminado o utilitário esportivo, que também conta com portas traseiras que abrem do lado contrário, GPS com navegação 3D, assentos largos e espaço interno arejado. Ainda não se sabe se o C-Aircross ganhará as ruas no Brasil e no mundo, mas com o modelo lançado em Genebra, a marca continua a ofensiva no segmento SUV, tanto que, em Maringá, o Aircross ("primo" mais antigo do concept) é um dos líderes de venda.

Segundo o gerente da Vernie Citroën em Maringá, Amilton Cezar Doria, a marca conseguiu levantar uma tendência de mercado pela compra de SUV. A semelhança com um jipe atrai os motoristas ligados na estética esportiva, enquanto o espaço cativa as famílias. "É muito procurado pelo design, por ser um veículo alto que permite que a pessoa saia para uma estrada de terra sem maiores problemas e com um espaço interno muito bom."

Novidades

Este ano já chegaram os novos modelos da marca e há uma expectativa muito grande em relação ao lançamento no mercado nacional do C4 Cactus, SUV compacto. Na parte mecânica, haverá a novidade dos modelos seis marchas e motor turbo do C3 e Aircross. Para além dos anúncios, a Citroën continua apostando em suas "armas" já existentes.

O gerente da Vernie diz acreditar que a tecnologia é justamente o diferencial da marca em todos os modelos. A direção elétrica assistida, por exemplo, que dá mais segurança na estrada e conforto, é uma característica de fábrica, assim como o câmbio borboleta. Outro destaque são as luzes de LED diurnas, mais econômicas e resposta para a legislação que obriga o uso de faróis na rodovia.

Se a empresa é hoje conhecida pela estética moderna – quase futurista – e tecnologia, agora quer se firmar na briga por preços. "A Citroën está tentando desmitificar essa fama colocada pelas concorrentes de um veículo de manutenção cara. Muito pelo contrário, é uma das mais baratas. Um Aircross ou um C4 Lounge, veículos de grande valor agregado, tem valor fixo de R$ 365 por manutenção durante toda a garantia", aponta Doria.

Além disso, a marca tem investido em descontos de fábrica e seguradora própria para baixar preços e ganhar o cliente com o pacote completo de serviços.


PARA A FAMÍLIA. Vernie Citroën em Maringá: segundo gerente, o Aircross é bastante procurado pelo design e pelo espaço interno privilegiado. —FOTO: JC FRAGOSO

Participe e comente