A linha 2018 do Volkswagen Up! chega no fim deste mês com atualizações no visual, redução do número de versões e simplificação dos pacotes de opcionais. Trata-se da primeira mudança importante feita no subcompacto, lançado em 2014. A mecânica não traz novidades e os preços não foram revelados.

Na parte externa, os para-choques ficaram mais encorpados, o que adicionou 8,4 cm ao comprimento do carro. Os faróis tiveram as luzes reordenadas e as lanternas traseiras, agora escurecidas, têm nova assinatura visual.

Além disso, as versões com motor 1.0 turbo, que se diferenciavam das demais pela tampa traseira pintada de preto, agora têm detalhes exclusivos também na dianteira. Agora há um escudo preto na parte inferior do para-choque e um filete vermelho unindo os faróis.

Por dentro, há novas padronagens para os bancos e texturas para o painel. O volante é o mesmo do Fox (com comandos multifuncionais a partir da versão Move) e os instrumentos se alinharam aos do Up! europeu, com conta-giros maior e uma tela de 3,5" que exibe informações do sistema de som e computador de bordo.

Outra novidade é a racionalização dos catálogos. São quatro versões: Take, Move, High e Cross. A carroceria com duas portas saiu de linha, por causa da baixa procura, e o câmbio automatizado i-Motion passa a ser oferecido apenas na versão Move com motor aspirado.

A versão Take manteve o painel antigo - ar-condicionado, direção, vidros e travas elétricos e volante com ajuste de altura são vendidos em um pacote. As demais versões vêm de fábrica completas.

O consumidor poderá acrescentar apenas o sistema de som com aplicativo Maps & More e, no caso do catálogo High, o revestimento de couro sintético para os bancos.


RENOVADO. Subcompacto passou pelas primeiras mudanças significativas desde que foi lançado, em 2014 —FOTO: DIVULGAÇÃO


Participe e comente