Desde o começo de 2014 nosso país tem enfrentado os efeitos devastadores da crise política e financeira que tomou conta da economia, isso afetou diretamente vários setores do mercado e indiretamente outros, no início da recessão quanto à venda de automóveis houve uma grande queda nas vendas tanto das lojas de revenda como das concessionárias, por conta do desemprego e consequentemente das dificuldades de se conseguir crédito para o financiamento. De acordo com informações da federação dos concessionários (Fenabrave), o Brasil enfrentou os piores momentos dos últimos anos, as vendas foram piores desde 2006.

Em 2016 o presidente da Fenabrave disse - "Já estamos notando uma melhora nos índices de confiança, tanto por parte de consumidores como de investidores, mas não imaginamos grandes mudanças nos dados do setor até que o cenário político se defina". As vendas de carros haviam caído 25% no 1º semestre, somando 951,2 mil unidades. O tombo foi mais forte para os veículos pesados. Os emplacamentos de caminhões tiveram queda de 32% de janeiro a junho, na comparação com o mesmo período de 2015 (25,4 mil). Os de ônibus caíram 40,7% (6,9 mil). O segmento de motos, contado à parte, registraram baixas de 14,7% no semestre, com 547 mil unidades vendidas, frente ao janeiro a junho de 2015.

Porém as coisas têm melhorado de acordo com dados da ACAP, o mercado de automóveis tem recuperado sua força, neste primeiro semestre estamos passando mais uma vez por um momento de turbulência política, onde o governo se mostra instável e a economia está à deriva, por enquanto sem perspectivas em curto prazo. Entretanto, o mercado de automóveis cresceu 13,5% no mês maio de 2017, na comparação com o mesmo período, para 27.171 automóveis, enquanto no acumulado dos primeiros cinco meses a subida foi de 7,8%, na comparação com mês em 2016.

No mês de maio, foram comercializados no nosso país 23.652 automóveis ligeiros de passageiros, ou seja, mais 13,4% do que no mês homólogo do ano anterior. Nos cinco primeiros meses de 2017 as vendas de veículos ligeiros de passageiros chagaram a um total de 102.351 unidades, o que se traduziu numa variação positiva de 7,4% relativo ao mesmo período de 2016.

Agora que o mercado está começando a aquecer e as pessoas estão com cada vez mais possibilidade de comprar um automóvel, é importante a pessoa pesquisar na hora de comprar. O portal Chaves na Mão é um site de classificados online para quem deseja comprar carro em Curitiba, além de trazer anúncios de imóveis e motos.

Participe e comente