Você deixa o carro estacionado sob uma árvore ou fios de tensão e, ao voltar, percebe que alguma ave incauta deixou uma "lembrancinha" na lataria. Pois saiba que, se não forem lavadas logo, as fezes de animais podem danificar permanentemente a pintura da carroceria, o que pode demandar retoque ou mesmo repintura completa da peça. O mesmo ocorre se pequenos frutos que caem de árvores ou aquelas infiltrações de lajes, comuns na garagem de prédios, danificarem a pintura.

Para evitar que os danos se tornem permanentes, lavar a parte afetada rapidamente é vital - não é preciso lavar o carro inteiro. "Faça isso de preferência em até 24 horas", recomenda Alexandre de Barros, proprietário de uma empresa de reparação automotiva. Segundo o empresário, se a sujeira ficar sobre a pintura por mais de três dias, os danos podem ser irreversíveis.

"Um polimento (a partir de R$ 150) pode ajudar, mas é grande a possibilidade de haver danos na pintura", explica Barros. O procedimento atenua a mancha, mas pode não ser capaz de retirá-la.

Uma vez manchada a pintura, somente um retoque devolverá sua uniformidade. "Repintamos a parte afetada e aplicamos um novo verniz na peça inteira". A intervenção parte de R$ 500 para partes menores, como para-lamas.

Para áreas grandes, como o capô, o preço parte de R$ 700. O custo também dependerá da cor da carroceria.

Até mesmo uma lavagem mal feita pode danificar a pintura. Se não for seca em seguida, as gotículas que ficam sobre a carroceria podem causar pequenas manchas, principalmente se o veículo ficar sob o sol. Também é bom evitar a reutilização de panos na secagem. Se houver impurezas, podem arranhar a pintura.

Participe e comente