Pela primeira vez desde que se instalou como fabricante no Brasil, há quase 20 anos, a Renault conseguiu desbancar uma das "quatro grandes" do País em vendas. Em setembro, a marca ficou com o quarto lugar no ranking de emplacamentos.

O sucesso foi impulsionado pelo Kwid. Em seu primeiro mês completo de vendas, o carrinho ficou atrás apenas do Chevrolet Onix na lista de emplacamentos de automóveis e comerciais leves. Em setembro, o Renault somou 10.358 unidades licenciadas.

A marca líder do segmento foi a Chevrolet, com 35.249 emplacamentos. O bom desempenho continua sendo creditado ao Onix, com 17.236 unidades vendidas. Modelos como o Prisma e a S10 (picape média mais vendida do mês) também contribuíram.

Em setembro, a Fiat apareceu no segundo lugar entre as montadoras, com 25.212 mil vendas. Seus carros-chefes foram as picapes Strada e Toro. Já as vendas do Mobi despencaram (confira no texto abaixo).

A Volkswagen somou 23.252 emplacamentos e ficou em terceiro lugar. Seu modelo mais vendido foi o Gol, mas o bom resultado do Fox surpreendeu, já que sua aposentadoria deve ocorrer em breve, embora a marca negue a informação.

Para chegar ao quarto lugar, a Renault vendeu 20.489 carros no total. A quinta posição ficou com a Ford (18.781).

A Hyundai, que durante a maior parte do ano esteve no quarto lugar do ranking, caiu para o sexto. A queda é resultado do fraco desempenho da linha HB20 em setembro.
Em sexto lugar aparece a Toyota, seguida pela Honda. Nissan e Jeep fecharam o "top 10" das marcas. A japonesa foi a nona colocada e a norte-americana, a décima.

Participe e comente