Há um ditado popular que diz que "em terra de cego, que tem um olho é rei". A versão moderna poderia ser "em terra de utilitário-esportivo, quem tem uma perua chama muita atenção". Os olhares de admiração para a Mercedes-Benz C300 Estate só provam que, por causa do avanço dos utilitários-esportivos, esse tipo de carro é cada vez mais raro no Brasil.

Os R$ 273.900 são praticamente o mesmo preço do "irmão" GLC 250 (R$ 270.900), que é do segmento "da moda".

De série, a perua alemã traz sete air bags, sensores de obstáculos na frente e atrás, controles de tração e estabilidade, bancos dianteiros com ajustes elétricos, faróis de LEDs, assistente de estacionamento e teto solar, entre outros itens.

O motor a gasolina casa muito bem com o câmbio automático de nove marchas. O conjunto trabalha de modo suave e, como o torque de 37,7 mkgf fica disponível já às 1.500 rpm, o carro está sempre pronto para acelerar.

Há quatro modos de condução: econômico, confortável e esportivo (dois níveis), que mudam as respostas de direção, acelerador e câmbio. Dá também para personalizar essas funções separadamente.

No Sport+, o controle de estabilidade fica mais permissivo para quem quiser abusar da tração traseira depois de deixar as crianças na escola. Em estradas sinuosas, a suspensão bem ajustada contribui para evitar que a carroceria role muito em curvas e garante conforto.

O acabamento é ótimo e o requinte está em cada detalhe. O painel é repleto de botões, ainda que discretos. A central multimídia lembra um tablet "pendurado" no painel, mas seu uso é bastante intuitivo.

Há bom espaço para quatro adultos. O túnel central é alto, o que reduz a área para um eventual quinto ocupante.


CARACTERÍSTICAS. Veículo custa R$ 273.900 e traz ampla lista de itens de série — DIVULGAÇÃO


Participe e comente