O Autódromo de Interlagos, em São Paulo, foi o local escolhido pela Audi para mostrar o novo Audi TT RS. A versão mais rápida e potente do cupê, que tem tabela no Brasil de R$ 424.990, estava em seu habitat.

E lá fomos nós, tendo, no banco do carona, a companhia do veterano piloto Maurizio Sala.

Após sair dos boxes e dosar a aceleração na curva do "S", para liberar aos poucos os 400 cv do motor 2.5 turbo de cinco cilindros, foi só cravar o pé no acelerador e apontar a frente do carro para a reta oposta. As marchas do câmbio automatizado de duas embreagens e sete velocidades vão "subindo" acompanhadas de estrondos vindos das duas ponteiras do sistema de escapamento

Freios e suspensão se comportaram muito bem. O TT RS para com segurança e só deu uma leve balançada na traseira quando o motorista "montou" no pedal de freio com o carro acima dos 200 km/h. A ótima estabilidade é resultado da atuação dos vários controles eletrônicos, além do baixo centro de gravidade, da tração nas quatro rodas, que recebeu novos ajustes, e dos pneus 245/35 calçados em rodas de 19".

Em relação ao TT RS anterior, a potência subiu 60 cv e o torque passou a 48,9 mkgf (eram 45,9). Com isso, o tempo de aceleração de 0 a 100 km/h é de 3,7 segundos. A máxima continua limitada a 250 km/h.

Várias mudanças contribuíram para essa melhora. Com exceção da cilindrada (2.5) e do número de cilindros (cinco), o motor é totalmente novo. Há várias peças feitas de material leve, como alumínio e magnésio, que contribuíram para reduzir o peso do carro em 35 kg.

O RS tem entradas de ar maiores que as do TT "normal", capas de retrovisores pintadas de preto, lanternas traseiras de OLEDs e é 1 cm mais baixo. Virtual, o quadro de instrumentos traz dados como o torque e a potência utilizados em tempo real e força G (aceleração da gravidade).

Os bancos (com grandes apoios laterais) têm ajustes elétricos e o botão de partida fica no volante com base reta revestido de Alcantara. O acabamento do console central é de fibra de carbono O som (Bang & Olufsen) de 705 Watts é de série, assim como a câmera atrás, o navegador GPS, etc. Não há opcionais. A Audi pretende vender cerca de 40 unidades por ano do novo TT RS no mercado brasileiro.

FICHA TÉCNICA
Preço sugerido
R$ 424.990
Motor
2.5, 5 cil., 20V, gasolina
Potência (cv)
400 a partir de 5.850 rpm
Torque (mkgf)
48,9 a partir de 1.700 rpm
Câmbio
Automatizado, 7 marchas


POTENTE. Cupê da Audi chega com motor de 400 cv, câmbio de sete marchas, tração 4x4 e tabela de R$ 424.990. — DIVULGAÇÃO


Participe e comente