vvCom os passar do tempo, o acúmulo de poeira, fuligem e resíduos na carroceria e no interior do veículo dificilmente será eliminado por completo com uma lavagem simples. Mas, para quem quer o carro tinindo e não tem dó de pagar por isso (em torno dos R$ 1 mil para um sedã Toyota Corolla), os chamados "detailers" prometem devolver ao usado aquele aspecto de limpeza típico de modelos que acabaram de sair da fábrica.

Os profissionais limpam meticulosamente até aquele cantinho mais difícil de alcançar e recuperam o brilho próximo ao original. O serviço não precisa ser feito com frequência - o ideal é uma vez por ano, segundo especialistas.

No intervalo entre uma superlimpeza e outra, bastam cuidados simples, como lavar o veículo regularmente. O custo do serviço pode ser ainda mais alto e depende de fatores como o tamanho e o estado de conservação do veículo.

Muita gente lança mão dos detailers na hora de colocar o carro à venda. Isso pode facilitar o negócio ou mesmo valorizar o usado - segundo lojistas, um dos aspectos que mais chamam a atenção dos compradores é o visual do veículo.

Em geral, o processo começa com a carroceria, que recebe uma lavagem feita com água quente e produtos especiais para retirar a sujeira acumulada ao longo dos anos. É comum haver marcas de piche e óleo, por exemplo.

Rodas, partes plásticas e emborrachadas recebem um tratamento específico para retomar a cor e brilho. Conforme o caso, pode ser preciso fazer pequenos retoques na pintura.

Na cabine, os cuidados também chegam aos mínimos detalhes. Bancos e carpetes podem ser retirados para limpeza profunda e higienização.

Revestimentos de couro também recebem aplicação de produtos específicos para recuperar o aspecto do novo. Se for necessário, algumas peças de acabamento podem até mesmo ser substituídas.

O cofre do motor não é esquecido. Os profissionais limpam meticulosamente até áreas difíceis de ver por quem olha o propulsor de cima.

Coberturas plásticas são retiradas e lavadas individualmente, enquanto o cofre é limpo com água e sabão. Para evitar risco de danos, componentes elétricos e eletrônicos são cobertos antes da higienização.


VALORIZAÇÃO. Brilho do carro fica próximo ao original. — DIVULGAÇÃO


Participe e comente