A Chevrolet Spin 2019, que deve chegar às lojas no mês que vem, ganhou retoques no visual e na cabine, para ficar mais confortável e prática. Por ora, há imagens apenas da versão aventureira, Activ, mas as mudanças estendem-se à toda linha.

Por fora, as maiores atualizações foram feitas na grande e nos conjuntos óticos - os faróis ficaram mais estreitos - e no capô, que está mais baixo. Com isso, a dianteira agora lembra a do hatch Onix.

A versão Activ não traz mais o estepe na porta traseira - o pneu sobressalente agora é alojado sob o porta-malas, como nas outras versões da minivan. Com isso, a placa subiu do para-choque para a tampa. As novas lanternas são horizontais. Como revela a inscrição "Activ7", a Spin aventureira passa a ter opção de sete lugares, que não era oferecida antes.

Por dentro, o modelo ganhou banco traseiro deslizante com sistema Isofix para fixação de assentos infantis e três apoios de cabeça. O ocupante central também passa a ter cinto de três pontos. O quadro de instrumentos é igual ao do SUV mexicano Tracker, com velocímetro e conta-giros analógicos.

Mecânica

A minivan feita em São Caetano do Sul (SP) também recebeu mudanças na suspensão, para obter maior suavidade na absorção de impactos. Além disso, o reposicionamento do estepe para dentro do carro contribui para melhoria na distribuição de peso, de acordo com informações da Chevrolet.

O conjunto mecânico não mudou. O motor é 1.8 flexível de até 111 cv e 17,7 mkgf e o câmbio é automático de seis velocidades, na versão Activ. A montadora informa que fez mudanças para deixar o funcionamento do propulsor e as trocas de marchas mais suaves. A Spin manteve a grade ativa, que abre e fecha as aletas para privilegiar refrigeração em baixa velocidade ou aerodinâmica, em alta. Apesar das atualizações, o carro ainda deve itens de segurança, como controles de estabilidade e tração, e air bags laterais e do tipo cortina.


LINHA 2019. Minivan traz atualizações no visual e cabine. — DIVULGAÇÃO


Participe e comente