Já faz algum tempo que o Uruguai vem ganhando bastante destaque como um dos destinos prediletos para a realização de congressos e eventos. Afinal de contas, o país possui infraestrutura suficiente para receber conferências e reuniões de todos os portes. São realizados aproximadamente 60 congressos por ano no país, em 2017 foram 58 reuniões. O Ranking Mundial por países do ICCA colocou o vizinho na 48ª posição.

Punta Del Este subiu 39 posições no ranking mundial por cidades e está em 193º lugar no (14 reuniões). Um dos motivos desse salto foi a inauguração do Centro de Convenções no luxuoso balneário: um prédio de 12 hectares que oferece salões para mais de 4 mil pessoas. Seguindo os posicionamentos, Montevidéu está em 62º, com o total de 40 reuniões. E no ranking entre os países da América, o Uruguai ocupa a 9ª posição e mantém o mesmo patamar do ano anterior.

Já no ranking cidades das Américas, Punta del Este está na 43° posição, subindo nove lugares em relação a 2016, e Montevidéu em 16° lugar em 2017.

Turismo corporativo

No segundo semestre desse ano, inaugura o Centro de Convenções, Antel Arena, em Montevidéu, que dará maior vazão a demanda no setor de eventos, apoiando ao Centro de Convenções de Punta. A plataforma multifuncional a ser inaugurada poderá se adaptar a eventos artísticos, concertos, espetáculos esportivos e congressos para até 12 mil participantes.

Uruguai tem o ambiente ideal para realização de eventos: serviços profissionais, segurança, tecnologia de ponta, proximidade geográfica entre os principais destinos e benefícios como isenção de IVA para contratação de quartos. Agora, tendo em conta a sua experiência é postulada em conjunto com a Argentina e Paraguai a sediar a Copa de 2030, ano de comemoração do centenário do maior e desejado evento do Mundo.

"Esse resultado também foi possível porque o país possui uma política de investimentos que facilita a realização de novos negócios e eventos", diz o vice-ministro de Turismo do Uruguay Benjamin Liberoff. Esse é o caso de grupos hoteleiros que andam investindo por lá. Como o Aloft Montevideo, Esplendor Montevideo A Wyndhan Grand Hotel, Hampton by Hilton e Cottage Puerto Buceo, todos na capital, além do Frontier Hotel em Rivera.

A meta declarada pelo Ministério de Turismo do Uruguai é chegar a marca de 1 milhão de turistas brasileiros até 2020. Para alcançar esse objetivo, o órgão governamental trabalha em parceria com empresas privadas na criação de novas estratégias para potencialização do setor no país, como por exemplo novos destinos e rotas para Uruguai, por parte de companhias áreas.

O turismo representa aproximadamente 7% do Produto Interno Bruto no impacto da atividade econômica uruguaia e 8% da força de trabalho está relacionada ao setor. E para manter esse segmento aquecido e garantir o constante crescimento é necessário a aplicação de novas estratégias de curto e longo prazo, que integrem e beneficiem população e empresas.


RANKING. Com ótima infraestrutura, Punta del Este recebe conferências de todos os portes. —DIVULGAÇÃO


Participe e comente