Rekanto do Sabor serve feijoada, às quartas e sábados, e yakissoba, às quintas; Casa cobra R$ 14,90 ou R$ 16,90, dependendo do dia, para comer à vontade

Quando Mário André Gheti veio para Maringá, a ideia era trabalhar como bancário do Bandeirantes, e permaneceu nessa função durante oito anos. Depois da temporada como bancário, decidiu partir para a gastronomia. Coordenando funcionários e fogões, abriu o restaurante Comida do Engenho (de 1996 a 2010), depois o Varanda Mineira (2003 a 2007) e, em 2010, investiu no Rekanto do Sabor, há dois anos no mesmo endereço. De todos os restaurantes, o Rekanto, na Zona 1, é seu favorito.

"O espaço é amplo, a clientela é eclética e nossa cozinha fica à vista do cliente, toda envidraçada: é um restaurante que me dá prazer."

A clientela, de fato, é formada por tipos diferentes de funcionários da Zona 1: secretárias, advogados e outros colaboradores de centros comerciais mais próximos, médicos das clínicas particulares e enfermeiros do hospital São Marcos, famílias inteiras tomam assento no recanto sedentos por sabor. Qual sabor?

"É aquele com o tempero da mamãe, sabe? Ou, como alguns preferem, o mesmo tempero da vovó", comenta Gheti. A responsável pelo tempero, que tenta se assemelhar ao de mães e avós dos clientes, é a cozinheira Rosane de Oliveira, funcionária há 15 anos do Rekanto.

Por lá, há algumas especialidades durante a semana. Quarta e sábado é dia de feijoada, preparada com paio, rabo, calabresa, pé, orelha e bacon. Para acompanhar o carro-chefe da gastronomia brasileira, nada melhor que a santíssima trindade: couve, farofa e torresminho.

Às quintas, o carro-chefe é o yakissoba, com carne, couve-flor, brócolis e cenoura. Às sextas, o estrogonofe de carne ou o bife à milanesa tomam lugar no bufê, saboreados mais de uma vez. "O povo adora e repete pra valer."

A casa trabalha com bufê livre (R$ 14,90, de segunda a sexta / R$ 16,90, de sábado) ou por quilo (R$ 34,80, de segunda a sexta / R$ 36,90, de sábado). Diariamente há cerca de 20 pratos frios e 20 pratos quentes.

O arroz integral, a couve refogada e a banana à milanesa são algumas das opções quentes que se repetem todos os dias. Do grill saem filés de frango, bifes, calabresas e ovos.

As marmitas, disponíveis a R$ 10 (pequena), R$ 11 (média) e R$ 13 (grande), são a alternativa para quem quer saborear os acepipes em seu próprio recanto, no trabalho ou em casa. Só é preciso tomar algum cuidado na hora de fazer o pedido: "A marmita grande dá até pra três, quatro pessoas", avisa Gheti.

PARA PROVAR
REKANTO DO SABOR
Onde: Av. Brasil, 4476, Zona 1, Zona 1
Quando: segunda a sábado: 11h às 14h30
Telefone: 3025-4709


A GRANDE FAMÍLIA "É aquele com o tempero da mamãe, sabe? Ou, como alguns preferem, o mesmo tempero da vovó", diz o empresário Mário André Gheti, sobre o sabor dos pratos de seu Rekanto —FOTO: CAUÊ SANCHES


Participe e comente