O ovo é o alimento mais versátil e mais antigo consumido pelo homem, conta o nutrólogo Edson Credidio, doutor em Ciência de Alimentos pela Unicamp. Há indícios de que sua utilização na alimentação teve início em torno de 3200 a.C., época em que se estima que tenha acontecido a domesticação da galinha. Ao longo do tempo o ovo passou de ingrediente de destaque em grandes banquetes das civilizações mesopotâmicas, como alternativa de alimentação em mosteiros na Idade Média, onde a criatividade dos cozinheiros criou uma grande variedade de formas de se preparar o ovo, vilão da saúde até ser absolvido mais recentemente por estudiosos de suas propriedades nutricionais.

Além do uso culinário, o ovo também é utilizado pela indústria de cosméticos, serviu de inspiração para a criação de joias como as desenhadas pelo joalheiro russo Karl Fabergé e carrega um grande simbolismo em várias partes do mundo. Vai desde assegurar a fertilidade à mulher recém-casada na França, símbolo da criação da vida para gregos e persas, desejo de boa sorte e felicidade ao recém-nascido na China e renascimento para os católicos na época da Páscoa. O ovo tem representado várias coisas ao longo da história: mágica, mistério, medicamento, alimento, presságio. Mas é na culinária que o produto demonstra toda sua versatilidade.

Depois de carregar por décadas a fama de ser alimento pouco saudável para o coração em função da gema, rica em colesterol e, portanto, seu consumo se associaria ao aumento do risco de infarto e derrame, o ovo finalmente foi restituído a uma condição menos suspeita. Depois da revisão de centenas de estudos concluiu-se que o ovo de fato tem substâncias nocivas, mas privar-se delas é ainda mais danoso para o corpo. Descobriu-se, por exemplo, que a gema é rica em colina, nutriente vital para o bom funcionamento do cérebro (uma unidade tem 130 mg de colina, enquanto numa posta de salmão, por exemplo, a quantidade é de 56 mg). O ovo também é rico em proteínas.

Outro benefício do ovo é a presença de antioxidantes, como a luteína e a zeaxantina, que ajudam a prevenir a degeneração macular. O baixo teor de gordura constitui mais uma vantagem do alimento. Uma unidade tem em média 7 gramas de gordura total – apenas 1,5 grama é gordura saturada, a metade do que se encontra numa fatia de queijo branco, considerado um alimento magro e saudável. Um ovo tem cerca de 70 calorias. Um bife de 120 gramas, igualmente rico em proteínas, tem o dobro desse valor. O consumo de quatro gemas por semana é suficiente para obter todos esses benefícios.

Importante reconhecer, no entanto, que o ovo é rico em colesterol. Uma unidade contém 213 miligramas da substância, quase o total da ingestão diária recomendada pela Associação Americana do Coração, que é de 300 miligramas. A recomendação para quem tem níveis elevados de colesterol é o consumo de uma unidade ao dia. Para todos, entretanto, o adequado é consumir o ovo com moderação, sem extingui-lo do cardápio, exatamente em função de suas muitas virtudes. Na prática, deixar de consumi-lo é privar-se da ingestão de nutrientes importantes.

COZIMENTO
Ovo cozido mole
pequeno (3 min), médio (4 min), grande (4,5 a 5 min).
Ovo cozido semifirme p
equeno (4 min), médio (5 a 6 min), grande (6 a 7 min).
Ovo cozido duro
pequeno (7 min), médio (8 a 10 min), grande (10 a 12 min).

Ovo de Colombo

Expressão usada para exprimir uma coisa fácil de realizar, mas em que não se pensou antes de a ver efetivamente realizada. A expressão deve-se ao fato de Cristóvão Colombo ter provado, para espanto de todos os presentes, que seria possível equilibrar um ovo em pé, valendo-se de uma solução tão simples quanto a de o colocar na posição, esmagando uma das extremidades. O arrojado navegador teria recorrido a esse artifício para enfrentar a inveja e a maledicência de seus adversários. Estes costumavam alegar que a América seria descoberta mais cedo ou mais tarde, "que era uma questão de tempo e, para isso, bastaria refletir". Esse argumento mal escondia a intenção de diminuir o mérito de Cristóvão Colombo. Conta-se que, certo dia, estando Colombo à mesa de um nobre espanhol, interrompeu a discussão, travada em torno da sua descoberta e, pedindo um ovo, disse: "Qual de vós, senhores, será capaz de manter este ovo em pé sobre uma das suas extremidades?" O ovo circulou, de mão em mão, e foi novamente entregue a Cristóvão Colombo, sem que ninguém tivesse resolvido o problema. O navegador genovês, segurando o ovo calmamente, bateu-o sobre a mesa, esmagando uma das pontas, ficando desta forma em equilíbrio. "Não é difícil", disse um dos convivas, ao que Colombo retorquiu com ironia: "Sem dúvida, basta refletir".

OVO POCHÊ NA TORRADA INTEGRAL
Ingredientes
, 1 xic. (chá) de água
, 1 col. (sopa) de suco de limão
, 1 ovo

, Sal a gosto
, 1 fatia de pão integral
, 1 col. (café) de margarina light
Preparo
w Coloque a água e o limão em uma frigideira antiaderente e deixe ferver.
w Abra o ovo numa xícara e, em seguida, passe delicadamente para a frigideira.
w Tempere com o sal e deixe cozinhar sem mexer por 3 minutos.
w Retire o ovo com uma escumadeira para que a água escorra.
w Coloque o pão na torradeira, no forno ou numa chapa até dourar levemente.
w Passe a margarina e coloque o ovo por cima. Sirva em seguida.

OMELETE DE CLARAS
Ingredientes
, 3 claras
, 1 col. (sopa) de leite desnatado
, 1 col. (chá) de fermento em pó

, Sal e pimenta a gosto
, Azeite ou óleo de canola para untar
Preparo
w Bata as claras em um recipiente fundo.
w Acrescente o leite, o fermento, sal e pimenta, misturando delicadamente.
w Aqueça uma frigideira antiaderente untada com azeite ou óleo e despeje a mistura.
w Abaixe o fogo e deixe fritar os dois lados.

Dica Para variar o sabor, você pode acrescentar outros recheios à mistura, como peito de peru, queijo branco e orégano.


OMELETE COM COGUMELOS
Ingredientes
, 1 xícara(s) de chá de shitake fresco
, 1 xícara(s) de chá de shimeji fresco
, 1 colher(es) de sobremesa de cebola picadinha
, 1 colher(es) de café de alho picadinho
, 3 ovos
, 2 colher(es) de sopa de creme de leite fresco
ervas a gosto
, sal e pimenta-do-reino a gosto
, 3 colher(es) de sopa de manteiga
Preparo
w Pique e refogue os cogumelos com alho e cebola, e reserve. Depois, bata os ovos com o creme de leite, o sal, a pimenta e a ervas.
w Esquente a frigideira em fogo médio e, em seguida, coloque a manteiga e espere derreter. Despeje a mistura na frigideira quente e mexa bastante, como se fosse fazer um ovo mexido.
w Antes de os ovos coagularem, junte-os na borda da frigideira, acrescente os cogumelos refogados e dê um formato de meia-lua. Depois, vire a omelete. w Sirva ainda quente.

Participe e comente