Existem bebidas dignas de impressionar o paladar. Com um toque de talento e outro de criatividade, algumas substâncias ganham vida nos copos da cidade. As combinações harmônicas de cores e sabores são capazes de criar personalidades ousadas e íntegras. E, apesar das variedades, existem bebidas marcadas pela identidade própria e singularidade.

As caipirinhas do Boteco do Neco têm essas características. São apreciadas pela essência única que a qualificam e pelo do modo de preparo. As mais tradicionais são feitas com cachaça, limão, açúcar e gelo. No entanto, esses drinques não se limitam a um só sabor. Aí é que entra a pitada de criatividade, por parte do cardápio.

As caipirinhas são um dos pontos fortes do bar. Há opções com frutas vermelhas (amora, morango, uva e cereja), com maracujá (gengibre, hortelã, maracujá e limão rosa) e três limões (siciliano, taiti e rosa). Além destas, o cardápio também oferece caipirinhas de abacaxi, tangerina, melancia, morango, kiwi.

As misturas ficam por conta do gosto de cada um. O bar conta com um cardápio flexível e os próprios clientes podem usar a imaginação e pedir o drinque perfeito para si. Além do sabor variado de frutas, é possível trocar a cachaça por vodka, saquê, rum ou uísque. Cada copo de 400 ml garante uma gama de cores vivas, tonalidades fortes e, ao mesmo tempo, suaves. Líquidos refrescantes e sedutores dividem espaço com pedaços de frutas. Os valores variam de R$ 23, 90 a R$ 28,90, de acordo com as misturas.

Forrar o estômago

Relembrando o tempero e a comida caseira, os acompanhamentos ficam por conta das porções, pratos quentes e os caldos. Com mais de 30 variedades de porções, há opções como a linguiça caseira (R$ 36,90) e o medalhão com mandioca e bacon (R$ 29,90, vinte unidades). Entre as nove opções de pratos quentes, uma dica para esquentar o paladar é o steak suíno grelhado, com batata frita ou mandioca cozida ou frita, arroz, vinagrete e farofa (R$57,90, para duas pessoas).

Os caldos (de feijão, de galinha, vegano e de vaca atolada) são acompanhados por torradinhas e queijo. Quem quiser prová-los terá de desembolsar entre R$ 17,90 a R$ 19,90.

As porções de bolinhos, que já são clássicos da casa, são acompanhadas por três molhos artesanais, preparados com geleia de pimenta, geleia de laranja e alho. Por lá, fazem sucesso o bolinho de linguiça com banana e queijo (R$ 41,90, dez unidades) e o bolinho de feijoada com bacon (R$ 38,90, dez unidades).

Dias especiais
Às quintas-feiras, a casa serve carne de onça (R$ 38,90, individual). Aos sábados, a feijoada é o carro-chefe do almoço, preparada com costelinha defumada, pé, rabo, orelha, carne seca, calabresa, paio e bacon. Para acompanhar, torresmo, arroz, mandioca, salada, farofa, couve, vinagrete, laranja, abacaxi e caldo apimentado de feijão. O almoço é servido a partir das 12h e saboreado com música ao vivo até as 15h.

Santíssima trindade
Na primeira semana de agosto, o Boteco do Neco deve estrear seus drinques e porções em um terceiro ponto maringaense: o Mercadão. Boêmios e amantes de comida do Neco terão apenas uma dúvida: decidir em qual dos três endereços pegar uma mesa. Seja qual for a decisão, uma coisa é certa: o itinerário gastronômico pode até mudar de rua, mas não de qualidade.

PARA PROVAR
BOTECO DO NECO

Onde: Av. Tiradentes, 133 e na Av. São Paulo, (Praça de alimentação externa no Shopping Avenida Center).
Telefone: (44) 3269- 1588.


OUSADAS. Caipirinhas de frutas vermelhas, maracujá e três limões: no Boteco do Neco. —FOTOS: DIVULGAÇÃO

Participe e comente