O pico da safra ocorre somente em outubro, mas alcachofras de boa qualidade já começam a aparecer, discretas, em estabelecimentos mais especializados, já que a Cynara scolymus (nome científico) permanece como uma iguaria gourmet, incomum à mesa como outros legumes e hortaliças. Na verdade, trata-se de uma flor, exótica e medicinal, que integra a família das margaridas e girassóis. Como outros alimentos, a alcachofra já foi exclusividade de nobres, que a puseram no cardápio exatamente pelas suas propriedades terapêuticas, sem desprezar, claro, suas muitas qualidades nutritivas.

A planta é originária do sul do Mar Mediterrâneo, provavelmente da região da Tunísia, na África do Norte, e chegou à Europa pela Itália, via Sicília. Acabou por tornar-se um ingrediente muito usado entre os italianos de todas a regiões, que aprenderam a apreciar esta charmosa e deliciosa planta. O sabor delicado é extensivo à produção: trata-se de planta exigente no manejo, intolerante ao frio e mais ainda à umidade.

Apesar de reagir ao encharcamento, facilitando a proliferação de pragas e doenças, exige irrigação e prefere terrenos inclinados para produzir de setembro a novembro, quando acontece a colheita de quatro variedades básicas plantadas no país (Piedade e São Roque, em São Paulo, lideram a produção nacional): Violeta de Proença, Roxa de São Roque (a mais consumida no país) Verde Lion e Verde Grande. Apesar da sazonalidade, a alcachofra pode ser encontrada o ano inteiro, graças a técnicas de manipulação genética da planta que retarda ou apressa a floração. Cada pé produz, em média, oito flores.

Se à mesa a planta não vai com tanta frequência, é consumida em larga escala como coadjuvante (ou protagonista) de regimes de perda de peso, em diversas formulações, sendo comprimidos a forma mais comum. Mas diferente do que acredita o imaginário popular, o consumo de alcachofra por suas propriedades emagrecedoras não teria respaldo científico. As supostas virtudes da planta na perda de peso estariam relacionadas às suas características funcionais, facilitadoras de ações digestivas, por exemplo. Mas estudos reiteram que a alcachofra é rica em nutrientes e, assim como outros vegetais, devem compor o cardápio diário para assegurar uma vida saudável.

DICAS DE PREPARO

w Corte o talo perto da base e lave a alcachofra em água corrente abrindo bem as pétalas para que a água penetre.

w Deixe de molho em água com sal e algumas gotas de limão ou vinagre para não escurecer.

w No cozimento, use panelas esmaltadas ou em aço inoxidável. As panelas de alumínio escurecem a alcachofra.

w O tempo médio de cozimento é de aproximadamente 40 minutos, dependendo do tamanho e idade da alcachofra. Em panela de pressão o tempo cai para uns 20 minutos.

w Para saber se a alcachofra está cozida, é só puxar uma folha: se ela se soltar com facilidade é porque está no ponto.

w No cozimento, evite o excesso de água: coloque o suficiente para cobrir metade da alcachofra.

w Os talos das alcachofras também podem e devem ser aproveitados. Para isso, é só retirar a parte fibrosa que os envolve, descascando-os com uma faca. Depois, deixe os talos mergulhados em água com limão ou vinagre durante alguns minutos e leve para cozinhar por 30 minutos ou 15 minutos em panela de pressão.
(Fonte: Guia para uma Alimentação Rica e Saudável)

ALCACHOFRA GRATINADA
Ingredientes
, 5 alcachofras
, 2 tabletes de caldo de bacon
, Meia xícara (chá) de vinho tinto seco
, 150 g de bacon picado
, 2 dentes de alho amassados
, 1 cebola picada
, Meia xícara (chá) de azeitona verde picada
, 2 tomates sem pele e sem sementes picados
, 2 colheres (sopa) de salsa picada
, 1 pão francês amanhecido umedecido
, 4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado (reserve 1 colher de sopa para polvilhar)
, 2 colheres (sopa) de azeite
Preparo
w Lave as alcachofras em água corrente, abrindo bem as folhas para que a água penetre. Corte os talos bem rentes à base. 2.Corte a ponta das folhas e cozinhe as alcachofras no caldo de bacon dissolvido em uma xícara e meia (chá) de água fervente e no vinho por cerca de 30 minutos. w Retire do fogo e reserve. Prepare o recheio: frite o bacon na própria gordura, acrescente o alho, a cebola, as azeitonas, os tomates e a salsa. w Refogue bem. Junte o pão espremido e o queijo ralado, misturando tudo até esfarelar o pão. Coloque o recheio em cada alcachofra e, em seguida, arrume-as em um recipiente refratário. w Regue com o caldo que sobrou do cozimento e o azeite. Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno médio (180ºC) pré-aquecido por cerca de 10 minutos para gratinar. Sirva a seguir.

FUNDO DE ALCACHOFRA RECHEADO
Ingredientes
, 4 alcachofras
, ½ xícara de chá de suco de limão
, 1 xícara de chá de ricota fresca
, 2 colheres de sopa de leite desnatado
, 1 colher de chá de orégano

, Sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto
, 1 cebola
, Azeite
, 1 lata de tomate pelado
, Manjericão a gosto
Preparo
w Cozinhe por cerca de 20 minutos na pressão as alcachofras com água e o suco de limão. w Quando esfriar, descarte as folhas (guarde apenas algumas para decorar) e a parte fibrosa do miolo. Reserve o fundo. w Passe para o recheio, batendo no processador a ricota, o leite, o óregano, o sal e a pimenta. w Preaqueça o forno. Acomode as alcachofras em uma assadeira e distribua esse creme sobre elas. w Leve para assar por cerca de 10 minutos a 180 °C. Enquanto isso, faça o molho, refogando em fogo baixo a cebola picada no azeite. w Junte o tomate, o sal e o manjericão e cozinhe por cerca de 10 minutos. Desligue. Coloque os fundos de alcachofra nos pratos em que serão servidos e despejo molho por cima, servindo quente.

ALCACHOFRA APOLLINARI
Ingredientes
, 6 unidades de alcachofra
, 1/2 de limão
, 100 gramas de margarina culinária
, 50 gramas de cebola picada
, 2 dente de alho picados
, 100 gramas de bacon picados
, 2 tomates picados, sem pele e sementes

, 20 gramas de manjericão picados
, 2 gramas de açafrão
, 100 gramas de requeijão culinário
, 250 gramas de creme de leite
, Sal
, Pimenta-do-reino branca moída
Preparo
w Corte as pontas das pétalas das alcachofras, deixando-as todas com a mesma altura. Retire as pétalas mais duras e esfregue as partes cortadas com limão.
w Ponha para ferver oito xícaras (chá) de água com sal e coloque as alcachofras, junto com metade de um limão. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por uns 30 minutos. Escorra e deixe esfriar.
w Retire, cuidadosamente com uma colherinha, a parte fibrosa central de cada alcachofra, isto é, os espinhos.
w Coloque em uma frigideira a manteiga, alho, cebola, bacon e deixe dourar em seguida coloque o tomate, o manjericão, o açafrão, o requeijão, o creme de leite, sal e pimenta, deixe em fogo brando ate o molho reduzir e ficar consistente.
w Coloque as alcachofras em uma travessa e as recheie com o molho.

Participe e comente