O chefe Rodolfo Pedroso não consegue compreender: há pessoas que insistem em sair de casa, no meio ou no final de semana, apenas para sentar num lugar e ingerir, desenfreadamente, a maior quantidade possível de álcool. "Esses dias, vi na internet que lincharam na rua um motorista que estava completamente bêbado e havia atropelado uns pedestres", comenta.

À frente do Villa Gourmet, comandando o rodízio de massas oferecido de segunda a sábado pela casa, Pedroso se vê com uma missão: ele não quer apenas continuar servindo uma das melhores massas da cidade. Quer, também, "resgatar a comunhão" entre a clientela.

"Quero que a esposa, o marido, os filhos, redescubram o prazer de passar um período agradável, sem vasculhar o celular, conversando e descobrindo novos sabores gastronômicos", diz.

O convite à comunhão tem duas novidades na primavera: o nhoque ao molho de maracujá e o capeletti ao molho de canela e gengibre. Os dois pratos foram elaborados em parceira com o chefe Rafael Britto, também do Villa Gourmet.

"O maracujá dá um tom exótico, diferente. A combinação do azedo e do doce funciona muito bem", comenta Pedroso. A canela, que já foi retomada em outras combinações da casa, agora estreia na combinação com o gengibre. "Buscamos um sabor exótico e asiático, por conta do gengibre, e que está bem na moda", explica.

Com essas duas inovações no cardápio de primavera – sem falar nas 10 variedades de macarrão e 50 molhos que compõem o rodízio -, Pedroso quer que as pessoas descubram uma outra Maringá. "Quero insistir que as pessoas vivam bem suas vidas: não é só sentar no lugar, estufar o estômago, levantar e ir embora. É entender o próximo, dialogar, rir, aprender. A comida é só um complemento da diversão", ensina, com razão, antes de acrescentar: "As pessoas precisam de mais amor. É por isso que gosto daquela frase da Nina Simone, a grande voz do jazz: 'quando o amor não é servido, levanta-se e saia da mesa'".

Bem lembrado

No mês passado, o restaurante foi premiado pela empresa Paraná Pesquisa e Publicidade, de Cascavel. O Villa Gourmet foi o nome mais lembrado pelos maringaenses e faturou o prêmio Destaque na Qualidade e Excelência. A pesquisa, embasada em mais de 700 ligações telefônicas para residências maringaenses, rendeu 46,8% de votos ao restaurante comandado por Pedroso.

Italianíssimo
Para beber, a dica é investir numa das garrafas de vinho italiano Pilandro, nas opções branco e tinto, da vinícola Bella Italia, à venda por R$ 98 (a unidade). A vinícola do Norte da Itália despacha suas garrafas, com exclusividade, para o restaurante maringaense.

PARA COMER
VILLA GOURMET
Onde Praça Dos Expedicionários, 233, Zona 4
Quando segunda a sábado: 20h às 23h45
Telefone 3026-5744


COMO RESISTIR? Nhoque ao molho de maracujá: novidade completa o tom "exótico" do rodízio


Participe e comente