Pesquisa encomendada pela Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi) apontou diferenças entre as preferências e os perfis dos consumidores de biscoito no país.

O estudo analisou durante o ano de 2016 uma mostra de 11.300 lares que representam um universo de 53 milhões de famílias espalhadas por sete regiões segmentadas em Norte e Nordeste, Centro-Oeste, Leste (Minas Gerais e Espírito Santo) e interior do Rio de Janeiro, Grande Rio de Janeiro, Grande São Paulo, interior de São Paulo e Sul.

Entre tantas opções, a pesquisa concluiu que não há uma escolha específica por parte dos consumidores, mas sim a combinação no carrinho de compras entre cinco tipos básicos:

os salgados tradicional/especial, o seco doce tradicional, os recheado/tortinha e o wafer. Juntos, estes produtos estão presentes em 29,6% dos lares.

Se for levada em conta as preferências individuais, temos o seco doce tradicional e o salgado tradicional presentes sozinhos e igualmente em apenas 0,5% das residências, seguidos dos recheado/tortinha com 0,3% e 0,1% do salgado especial.

Norte e Nordeste formam a macrorregião que apresentou maior índice de compra, responsáveis por 37,5% do consumo. Em seguida aparecem Leste e interior do Rio de Janeiro (14,5%), Sul (11%), Grande São Paulo (10,5%), Interior de São Paulo (10%), Centro-Oeste (8,5%) e, por fim, Grande Rio de Janeiro (8%).

Ainda de acordo com a pesquisa, o perfil dos maiores compradores de biscoito é formado por mulheres, de 30 a 39 anos, pertencentes às classes socioeconômicas D/E, residentes nas regiões Norte e Nordeste com companheiro e crianças pequenas em lares de cinco pessoas ou mais.

ORIGEM DO BISCOITO MARIA

O mais famoso dos biscoitos foi criado em 1874, para comemorar as bodas da duquesa Maria Alexandrovna da Rússia com o Duque de Edimburgo. O casamento foi realizado em 23 de Janeiro de 1874. A cerimônia foi realizada no palácio de inverno em São Petersburgo. Para comemorar a ocasião, uma pequena padaria inglesa criou o hoje internacionalmente conhecido biscoito Maria, com o nome da Grã-Duquesa escrito sobre ele. O casamento, no entanto, não foi feliz, e a esposa era vista pela sociedade de Londres como arrogante. O biscoito Maria na sua saga pela Europa tornou-se parte integrante da cultura nacional espanhola. Durante os anos da guerra civil, a Espanha mergulhou em uma pobreza profunda. Quando a guerra terminou em 1939 a prioridade era que cada cidadão tivesse pão suficiente. Dedicaram-se à lavoura do trigo e as colheitas foram abundantes. Com os excedentes de trigo os padeiros despejaram no mercado grandes quantidades de caixas de biscoito Maria. Foi considerado símbolo da prosperidade na economia e sinal da recuperação do país.
(Fonte: Jornal da PUC/Maturidades)

Biscoito era ofertado a divindade
Os primeiros registros sobre o preparo de biscoitos remetem à época dos faraós, no Antigo Egito. Graças aos ciclos de enchentes e vazantes do rio Nilo que fertilizavam suas margens, os egípcios puderam se dedicar ao cultivo do trigo. E um povo que baseava no trigo sua principal produção agrícola acabaria infalivelmente por descobrir o pão. Com a utilização do fogo e de fornos rústicos, os pães eram assados, tornando-se muito mais apetitosos. Daí até a elaboração de biscoitos, o caminho foi relativamente curto. Inicialmente, o biscoito ocupava um lugar ligado a rituais egípcios.

Moldado a partir de formas animais e humanas, ele era oferecido às divindades em troca de chuvas, para que se assegurasse a fertilidade do solo. Em pouco tempo, o hábito de produzir biscoitos estendeu-se por outras regiões do Mediterrâneo e Oriente Médio. Assírios, babilônios e gregos foram alguns dos povos que, a exemplo dos egípcios, passaram a regalar seus deuses com biscoitos de trigo e mel.

Com o transcorrer dos séculos, os franceses começaram a descobrir novas técnicas para essa produção. Eles concluíram que, se assassem o biscoito duas vezes, a umidade seria reduzida, permitindo a conservação do produto por um tempo maior. Vem daí o nome biscoito, forma aportuguesada da palavra francesa bis-cuit, que significa assado duas vezes. (Fonte: Abimapi)

DIFERENÇAS

Cream Cracker e Água e Sal São feitos com os mesmos ingredientes. O que os diferencia é a quantidade de gordura que é maior na Cream Cracker. Maria e Maisena há uma leve diferenciação nos aromas. Baunilha e leite para Maria. Baunilha, laranja e limão para Maisena.

TORTA COM
BISCOITO MARIA
Ingredientes
, 1 pacote grande de biscoito Maria
, 1 lata de leite condensado
, 1 lata de creme de leite
, 3 ovos
, 1 e ½ litro de leite
, 2 colheres de sopa cheias de amido de milho
, Açúcar a gosto
Preparo
w Leve ao fogo o leite condensado, as gemas e 1 litro de leite. Deixe ferver. w Adicione a maisena dissolvida em um pouco de leite. w Adoce a gosto e mexa até se tornar um mingau mais grosso. w Despeje um pouco desse creme em uma travessa de vidro para forrar orecipiente. w Na sequência, molhe os biscoitos no leite e cubra toda a superfície do creme com elas. w Intercale as camadas de creme e de biscoito até encher a travessa. w Bata na batedeira as claras em neve até endurecerem. w Adicione o açúcar e o creme de leite e misture. w Despeje essa cobertura sobre a torta e leve para gelar. Sirva gelada.

PALHA
ITALIANA
Ingredientes
, 2 latas de leite condensado
, 2 xícaras (chá) de biscoito maisena, quebrado grosseiramente (100g)
, 4 colheres (sopa) de chocolate
em pó (60g)
, Açúcar de confeiteiro para polvilhar
, 2 colheres (sopa) de manteiga (40g)
Preparo
w Misture o leite condensado com o chocolate e a manteiga. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela, como brigadeiro.
w Depois de morno, incorpore o biscoito. Espalhe no refratário untado com óleo, cubra com filme plástico, pressione para nivelar e reserve até o dia seguinte.
w Corte em quadrados de 5cm e passe-os no açúcar de confeiteiro.
w Sirva em temperatura ambiente ou geladinho.

FAROFA
DE BISCOITO
ÁGUA E SAL
Ingredientes
, 2 pacotes de biscoito salgado (água e sal)
, 100 gramas de margarina
, 1 porção de cebola ralada
, 2 dentes de alho amassados
, 5 colheres (sopa) de azeite de oliva
, 100 gr de azeitona verde sem caroço
, 100 gramas de uva-passa
, 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
, 2 ovos cozidos
, 6 tomates cereja
, 100 gramas de damasco (opcional)
, Sal a gosto
Preparo
w No liquidificador, bata bem os biscoitos até virar uma farinha. Reserve. w Coloque em uma panela a margarina, a cebola, o alho, o azeite e sal. Refogue até dourar. w Acrescente as azeitonas, as passas e o queijo ralado. w Se desejar, pode colocar os damascos e os tomatinhos. Em seguida, adicione o biscoito batido e mexa bem.

PAVÊ DE COCO E AMEIXA
Ingredientes
, 1 caixa de biscoito champanhe
, 1 e 1/2 xícara (chá) de leite
, 1/2 xícara (chá) de açúcar
, 200 ml de leite de coco
, 2 colheres (sopa) de

maisena
, 2 a 3 cravos
, 1 xícara (chá) de ameixa preta
, 1 e 1/2 xícara (chá) de coco fresco ralado

Por que os biscoitos água e sal têm furinhos?

Os furinhos deixam que o vapor escape durante o processo de cozimento. O objetivo é deixar com que estes biscoitos fiquem achatados ao invés de ficarem inchados por conta do ar tentando escapar. Eles também são responsáveis pela crocância do alimento. Esses furos são muito estratégicos. A quantidade em determinados biscoitos vai depender do formato, tamanho e da posição delas. Muitos furos juntos podem gerar um biscoito mais duro e seco. Já um biscoito com buraquinhos mais espaçados provocam bolhas na superfície do biscoito.

Preparo
w Numa panela, junte o leite, o açúcar, o leite de coco, a maisena e os cravos. Leve ao fogo brando, mexendo sempre até obter um creme encorpado. Reserve. w Enquanto isso, cozinhe as ameixas em 1 xícara (chá) de água, até que se tornem macias. w Escorra as ameixas, retire os caroços, pique e reserve. Reserve mais 1/2 xícara (chá) do caldo do cozimento das ameixas. w Num refratário pequeno, monte o pavê. Distribua uma camada de creme de coco, em seguida uma camada de Biscoito Champanhe Bauducco previamente embebido na calda de ameixa. w Sobre o Biscoito Champanhe Bauducco, espalhe outra camada de creme de coco, metade de coco ralado e metade das ameixas picadas. w Repita as camadas, finalizando com o coco ralado. Enfeite com as ameixas restantes. Leve à geladeira por 2 horas.


Participe e comente