Em Paris, nesta quinta-feira (24), a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) declara oficialmente o Brasil como País Livre da Febre aftosa com vacinação, reconhecendo 50 anos de trabalho bem-sucedido do serviço veterinário e dos produtores rurais brasileiros. A diretora-geral Monique Eloit entregará o certificado sanitário ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, a partir das 14h30, na sede da OIE, durante a 7ª Sessão Plenária da Organização.

A Comissão Científica da OIE aprovou a certificação do Brasil em 2017. Os 181 países integrantes da OIE oficializam a decisão nesta 7ª Sessão Plenária.

Agenda

Na terça, Maggi participa de café da manhã na embaixada brasileira em Paris para o lançamento da Plataforma de Rastreabilidade Agri Trace CNA Brazil. É uma ferramenta desenvolvida pela CNA (Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil) para gestão de protocolos de rastreabilidade de adesão voluntária da cadeia produtiva de carne bovina. O sistema é complementar às garantias sanitárias do Ministério da Agricultura.

O Agri Trace utiliza dados oficiais de cadastro de propriedades rurais e de controle de trânsito de animais, permitindo a elaboração de protocolos com requisitos específicos dos mercados importadores. Produtores e frigoríficos que pretendam fornecer carnes nas condições desses protocolos devem se comprometer em atender aos requisitos e seguir as regras.

Ainda nesta, à tarde, estão previstas reuniões do ministro Blairo Maggi com Hamad Abdullaziz, vice-ministro dos Recursos Animais do Ministério do Meio Ambiente, Água e Agricultura da Arábia Saudita, e com Angel Gurría, secretário geral da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Na quarta-feira, Maggi terá encontros empresariais. Oitocentos delegados de 181 países discutirão normas de erradicação de doenças de animais (inclusive as transmissíveis a pessoas – brucelose, tuberculose, influenza aviária, vaca louca), segurança sanitária do comércio internacional de animais e produtos de origem animal, bem-estar animal, e alterações do Código Sanitário para Animais Terrestres.

O delegado do Brasil na OIE é o médico veterinário Guilherme Marques, diretor do DSA – Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura. As reuniões técnicas começaram na última sexta-feira (18) e terminam nesta sexta-feira (25).


CONQUISTA. Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi,está em Paris para receber certificado sanitário

Participe e comente