Decisão estranha sobre as tarifas de pedágio
Estranha! Essa é a conclusão que se pode chegar com relação a decisão da juíza da 1ª Vara Federal de Curitiba, Thais Sampaio da Silva Machado, liberando as concessionárias de pedágio do Paraná a aplicar aumento nas tarifas, sob a alegação de que suposto esquema de propina envolvendo as concessionárias (que vem roubando o cidadão do Paraná há mais de 20 anos) não pode barrar o reajuste previsto em contrato. Apenas uma questão que a juíza se omitiu: roubar o cidadão de bem do Paraná também não estava previsto no contrato. Decisão estranha e lamentável para quem deve entregar ao cidadão a justiça. "NA JUSTIÇA - Concessionárias autorizadas a aumentar preço de pedágio" - O Diário, domingo, 2 de dezembro de 2018, página A5.
José Marcos Baddini

Bloqueios
Vai dividir Sarandi em duas, vai ficar insuportável o tráfego entre os dois lados da Avenida Colombo. "Sarandi prepara mudanças para rodovia", odiario.com
Professor João Bacellar, via odiario.com

Mulher com distúrbios 1
Mais uma razão para redobrar o cuidado... Se a pessoa não está bem, não pode ficar circulando por aí... e se tivesse acontecido algo com essa criança?? Qual seria a resposta dessa pessoa para essa mãe? Isso simplesmente não serve de consolo.
Não está bem a família tem a obrigação de procurar um tratamento e mantê-la longe das pessoas, pois algo muito grave poderia ter acontecido! "Mulher suspeita de tentar sequestro teria problemas", página A4, 1/12/2018.
Ana Paula Constantino Silva,
via Facebook

Mulher com distúrbios 2
Agora problema psicológico é desculpa para todo tipo de crime.
Fernando Nasser, via Facebook

Mulher com distúrbios 3
História mal contada... A mãe da criança já tinha até feito uma publicação sobre isso no Facebook e apagou!
Mileis Cassimiro, via Facebook

Mulher com distúrbios 4
Isso é desculpa... mas se isso acontece comigo ela ia ver o trauma que eu ia causar nela! O direito de um termina onde começa o do outro!
Amanda Abreu, via Facebook

Mulher com distúrbios 5
Quem sofre de problemas mentais teria que ficar numa clínica fazendo tratamento e não na rua causando problemas.
Evelise Matias Biondo, via Facebook

Luta
Estamos numa hora de virar a página. A esquerda tem de aceitar que perdeu as eleições e, se quiser continuar militando, deve começar tudo outra vez e evitar cometer os erros. Os eleitos têm o dever de governar de conformidade com a lei e as propostas aprovadas pelo povo mediante o voto depositado nas urnas, criando as condições para o respeito à Constituição e ao regime democrático. Ao Legislativo cabe cumprir sua missão e fazer autocrítica sobre sua participação na crise que se abateu sobre o país e a classe política nacional. O Judiciário precisa se conter à sua condição de guardião das leis e do equilíbrio da República, se mantendo equidistante das questões político-ideológicas e jamais invadindo a área de atribuição dos outros poderes que formam o tripé republicano.
A inconformidade que se prega – interna e externamente – nada mais é do que a tentativa desesperada de sobrevivência da esquerda brasileira que chegou ao poder e nele naufragou. É importante compreender que o conceito de esquerda e direita é coisa fora de moda. O povo, verdadeiro dono do poder, quer ação, administração, justiça, educação, emprego, segurança, desenvolvimento e bem-estar. A luta ideológica é algo velho e ultrapassado, abominado pelo cidadão comum...
Dirceu Cardoso Gonçalves

Novas empresas
O trabalhador não quer investimentos milionários em empresas. Ele quer salário justo para que se possa ter uma vida social mais digna. Fora isso a empresa pode investir milhões que o mesmo não é obrigado a trabalhar por migalhas. "Empresas vão investir R$ 160 milhões", página A3, 1/12/2018.
Fábio Júnior De Souza,
via Facebook

Participe e comente